Cidadeverde.com
Últimas

Teresina só vai vacinar adolescente sem comorbidade com aval do Ministério da Saúde

Imprimir

Teresina tem 8 mil doses disponíveis para vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades ou deformidades permanentes, gestantes, puérperas e lactantes nessa faixa etária. Sobre a aplicação em adolescentes sem doença prévia, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, disse que Teresina segue rigorosamente o Plano Nacional de Imunização (PNI) e aguarda autorização do Ministério da Saúde. 

"Nós temos seguido rigorosamente, desde o início, o Plano Nacional de Imunização (PNI). Se nós recebermos doses e a nota técnica, nós administraremos em qualquer faixa etária, sem nenhum problema. Uma nota técnica que explique, que autoriza e justifica a administração nessa faixa etária menor", explica Gilberto Albuquerque. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o presidente da FMS também comentou sobre as repescagens da vacina e frisa que a orientação é "não deixar ninguém de fora". Nesta terça-feira (21) será aberto o agendamento da segunda dose da vacina contra a covid-19 para aqueles com data no cartão até o dia 26 de setembro. 

"A vacina está sendo por agendamento porque a vacina disponível é a Pfizer, que precisa de toda uma logística.  Se recebermos a Coronavac ou Astrazeneca, vamos abrir o drive. Temos equipe pronta, preparada", destaca Albuquerque. 

 

VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES NO ESTADO

A nível de estado, a orientação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) é que as doses sejam aplicadas em adolescentes com e sem comorbidades, tendo como prioridade quem tem doença prévia, além da  gestantes, puérperas e lactantes na faixa etária de 12 a 17 anos. Dados mais recentes apontam que 61 dos 224 municípios do estado estão vacinando adolescentes. 

 

Graciane Sousa
[email protected]cidadeverde.com

Imprimir