Cidadeverde.com
Política

Flávio Dino afirma que conversará com partidos antes de pedir afastamento do governo

Imprimir
Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 
 
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), afirmou na manhã de sexta-feira (01), que deverá conversar com os partidos da base antes de pedir o afastamento do cargo para concorrer ao Senado nas eleições de 2022. 

Flávio Dino pontuou que, no momento, a intenção é chegar ao Congresso, porém, acrescentou que terá até o mês de abril do próximo ano para firmar a posição. “Vamos tratar com os partidos. Tenho legalmente até o mês de abril para me afastar do Governo. É claro que a intenção é essa, mas precisamos esperar. A agenda principal nossa tem sido entregar obras”, explicou. 

Na sexta, o governador esteve na cidade de Timon para inaugurar a nova estrutura da Ceasa e reuniu diversas autoridades políticas no mesmo palanque. Entre eles, alguns dos pré-candidatos a sucessão do cargo de governador. 

Questionado sobre a montagem da chapa majoritária, Flávio Dino, pontuou um acordo foi fixado dentro do grupo e garantiu que deverá seguir essas tratativas. Segundo ele, o nome escolhido pela base para concorrer ao governo deverá ser escolhido apenas em novembro.  

“Pactuamos que haveria as apresentações das pré-candidaturas, que cada um iria procurar agregar apoios, e que iríamos nos reunir no mês de novembro, sem agonia, com espírito de concórdia”, pontuou. 

Até o momento, se colocarão como nomes  para a pré-candidatura, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha, o secretário de Indústria e Comércio Simplício Araujo. 
 
Flash Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir