Cidadeverde.com
Últimas

Reunião vai discutir nova minuta que gerou impasse sobre crise no transporte público

Imprimir


Representantes da prefeitura de Teresina devem se reunir nesta segunda-feira (04) com empresários do setor de transporte público para discutir a nova minuta proposta na última sexta-feira pela Superintendência Municipal de Trânsito (Strans), que gerou reações e inviabilizou a assinatura de um acordo. A informação foi confirmada pelo Procurador Geral do Município, Aurélio Lobão, que destacou que a proposta da prefeitura ainda é uma sugestão e que os pontos ainda podem ser negociados. 

Antes de se reunirem com os gestores municipais, os empresários devem ter um encontro ainda na manhã de hoje, para dialogar sobre as novas propostas apresentadas. A categoria diz que as mudanças na minuta inviabilizaram a assinatura do acordo que poderia dar fim à crise, prevista para esta segunda-feira. 

O Cidadeverde.com apurou que o impasse se refere ao pagamento da dívida anterior e um auxílio temporário para as empresas voltarem a frota 100%.

Os empresários alegam que a nova minuta é diferente do que foi acordado com a prefeitura de Teresina. “Infelizmente, o conteúdo desta nova minuta do acordo, que já estava praticamente aprovado pelas partes, desde o final da semana passada, foi bastante modificado e, em vista desta nova situação, tornou-se necessário o SITT se reunir com as concessionárias para avaliação deste novo documento”, diz um trecho da nota divulgada no sábado pelo consórcio SITT, que representa as empresas de transporte em Teresina.

A Strans também se posicionou no sábado por meio de nota em que defende que as avaliações apresentadas na nova minuta possuem caráter técnico. 

Ainda não há a confirmação do  horário em que ocorrerá a reunião entre os empresários e os gestores da prefeitura de Teresina. 

 

 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir