Cidadeverde.com
Vida Saudável

Venda de remédio para queda de cabelo volta a crescer no país

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

 

As vendas do minoxidil, produto farmacêutico usado para estimular crescimento de barba e cabelo que vinha em alta de demanda no ano passado, registraram novo aumento no primeiro semestre de 2021, segundo a consultoria Iqvia.

Entre janeiro e junho, foram vendidas quase 1,3 milhão de unidades no Brasil, cerca de 160 mil a mais do que nos seis meses anteriores. Em relação ao mesmo semestre de 2020, a alta foi de 412 mil.

Segundo a dermatologista Regina Schechtman, da Sociedade Brasileira de Dermatologia no Rio de Janeiro, o número de pacientes que apresentaram queda de cabelo, mesmo sem ter histórico do problema, aumentou significativamente durante a pandemia, elevando a procura pelo produto.

Ela diz que a queda de cabelo, além de ser uma das consequências da Covid-19 no corpo, também pode ser provocada pelo estresse do período de restrições nos últimos meses.

"As consequências psicossociais da pandemia não acabam quando o vírus vai embora. Acredito que a demanda por minoxidil vai continuar alta depois", diz Schechtman.

Durante todo o ano passado, foram vendidas 1,85 milhão de unidades de minoxidil, cuja versão tópica pode ser comprada sem receita médica. O crescimento foi de quase 12% ante 2019.


Fonte: Folhapress

Imprimir