Cidadeverde.com
Geral

Polícia investiga se menina de 12 anos foi dopada e estuprada por namorado de avó

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A avó de uma adolescente de 12 anos registrou um boletim de ocorrência contra o companheiro, após a neta alegar ter sido dopada e estuprada pelo parceiro da avó no último dia 9 de outubro. O crime aconteceu na zona Leste de Teresina e só foi descoberto após a adolescente passar mal e ser encaminhada para uma unidade de saúde na região. 

Ao Cidadeverde.com, o conselheiro do IV Conselho Tutelar de Teresina, Ivan Cabral, informou que a menina relatou aos profissionais de saúde que realizaram seu atendimento o que teria acontecido e qual era sua real suspeita. 

"Ela afirmou que ele ofereceu refrigerante para ela na sexta (08), mas que só tomou no sábado (09). Ela viu o refrigerante com uma cor diferente, mas não desconfiou de nada. Na parte da tarde se sentiu tonta e foi deitar. À noite ele aproveitou o momento e passou as mãos nas partes íntimas dela", informou o conselheiro Ivan Cabral. 

A adolescente mora com a avó há pouco mais de um ano. Na casa, além da menor de idade e da avó, morava o homem, de aproximadamente 50 anos. Os pais da adolescente são separados e um deles mora em outro município no Piauí.

Após a denúncia, a avó confrontou o companheiro e pediu para ele deixar a casa. A criança continua aos cuidados da avó, já que o homem não mora mais com a mulher. 

Ainda segundo Ivan Cabral, os exames que comprovam o estupro já foram realizados. Mas, só quem tem acesso aos laudos é o delegado da DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente), Antonio Barbosa.

O Cidadeverde.com não conseguiu falar com o delegado até a publicação dessa matéria. 

Nataniel Lima
[email protected]

Imprimir