Cidadeverde.com
Geral

Intervalo da segunda dose da Pfizer cai para 21 dias em Teresina, confirma FMS

Imprimir

Foto: Roberta Aline

A Fundação Municipal de Saúde comunicou nesta sexta-feira (5) que Teresina vai adotar o intervalo de 21 dias (três semanas) para o teresinense receber a segunda dose da vacina da Pfizer. 

“A FMS segue o que determina o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde”, diz a nota da FMS.

O imunizante da Pfizer é o único liberado até agora para a vacinação de adolescentes, população-alvo para receber a primeira dose neste momento no estado.

É a segunda vez que o estado reduz o intervalo entre as vacinas da Pfizer. No início, o tempo de espera entre a primeira e a segunda dose era de 12 semanas. No final de setembro, porém, o governo antecipou a aplicação da segunda dose para oito semanas.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, garantiu que aguarda a nota técnica do Ministério da Saúde para adotar a redução do intervalo na capital. Ele disse ainda que a medida vai ampliar o número de vacinados até o final do ano.

Gilberto Albuquerque destaca que cada caso será avaliado, mas o intervalo é de até 21 dias, podendo ser maior em situações necessárias. 

 

O presidente da FMS, explica que a vacinação prossegue contemplando os prazos conforme a estratégia do Ministério da Saúde. 

A Fundação Municipal de Saúde iniciou em Teresina ontem (4) a vacinação de adolescentes com 12 anos. O imunizante é Pfizer e os adolescentes devem comparecer acompanhados dos pais ou responsável.

A coordenadora da vacinação na FMS, Emanuelle Dias, solicita que as pessoas devem comparecer somente no horário agendado. “Temos a logística de atendimento e cada local funciona conforme o planejamento. Reforçamos que compareçam com a documentação pessoal". 

 

 

Flash Yala Sena (com informações da FMS)
[email protected]
  

Imprimir