Cidadeverde.com
Política

Georgiano Neto rebate crítica de Fábio Novo: “Nunca fizemos chantagem”

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidade Verde

O deputado estadual, Georgiano Neto (PSD), negou nesta quinta-feira (11) que o PSD estaria fazendo ameaças e chantagens ao governador Wellington Dias (PT) para garantir a vaga vice na chapa majoritária da base governista, que é disputada pela sigla com o também aliado MDB.

“Desde 2015, quando iniciamos essa parceria política e administrativa com o governador Wellington Dias, nunca fizemos chantagem. Agora, o que estamos reivindicando é justo, até pelos resultados que o PSD apresentou nas eleições de 2018 e 2020”, pontuou Georgiano.

A situação foi instalada após o deputado federal, Júlio Cesar (PSD), não descartar uma possível ida para oposição, visto à demora da base em definir os nomes que ocuparão a chapa majoritária do grupo. 

A declaração foi rebatida pelo secretário estadual de Cultura, Fábio Novo (PT). Na avaliação que fez, o petista comentou a fala de Julio Cesar e disse que “não se faz política com chantagem”

Georgiano Neto defendeu o pai e pontuou que o PSD merece a vaga de vice devido a colocação eleitoral que alcanço nos últimos pleitos estaduais e municipais. 

“O PSD só quer ser reconhecido pela força política que tem hoje no estado Piauí”, disse. 

O deputado ainda confirmou que o partido tem sido procurado pelo grupo da oposição. Porém, acrescentou que o desejo é permanecer com o governador. 

Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir