Cidadeverde.com
Política

Regina Sousa e Dr. Pessoa firmam acordo para criar a 1ª Casa da Mulher Brasileira

Imprimir
  • fotos.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-2.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-3.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-4.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-5.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-6.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-7.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-8.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-9.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-10.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-11.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-12.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-13.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-14.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-15.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-16.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-17.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-18.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-19.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-20.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-21.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-22.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-23.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-24.jpg Roberta Aline / cidadeverde
  • fotos-25.jpg Roberta Aline / cidadeverde

 

A governadora em exercício, Regina Sousa (PT) e o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), assinaram na manhã desta terça-feira (16), um Termo de Cooperação Técnica para criar a 1ª Casa da Mulher Brasileira na capital piauiense. O acordo prevê também a instalação da Casa da Mulher nos municípios de São Raimundo Nonato e Picos.

Casa da Mulher Brasileira é um centro de atendimento humanizado e especializado na proteção de mulheres em situação de violência doméstica. 

As unidades serão construídas por meio de emendas parlamentares destinadas pelo Senador Marcelo Castro (MDB) e da deputada Rejane Dias (PT).

O termo foi assinado durante solenidade de abertura dos "16 Dias de Ativismo". A campanha visa o engajamento na prevenção e fim da violência contra mulheres e meninas com o tema: "Ei, Mermã, nem mais um minuto de silêncio!".

Em entrevista à imprensa, Regina Sousa ressaltou a importância da prevenção e conscientização como principal forma de coibir a violência contra a mulher. “Eu sempre digo enquanto os homens não se conscientizarem, não é uma coisa da mulher, é da sociedade se conscientizar e se envolver [contra essa violência]”, ressaltou.

Questionado sobre a relação com o Poder Estadual, Dr. Pessoa afirmou apenas que trabalha em harmonia com todos os entes administrativos, inclusive, com o governo federal. “Espero que continue tratando o povo do estado como vem tratando e o prefeito tratando o povo de Teresina e governo federal fazendo suas tratativas em relação ao Brasil”, disse.

Também estiveram presentes no evento o secretário de Fazenda Rafael Fonteles (PT), o secretário de Segurança Rubens Pereira, o comandante da Polícia Militar Lindomar Castilho, além coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Zenaide Lustosa, e prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro (Progressistas), e representantes de movimentos sociais.

Agenda

A governadora em exercício Regina Sousa (PT) e o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB) cumpriram uma agenda juntos no Palácio de Karnak no fim da manhã desta terça-feira (16).

O encontro poderá se repetir mais vezes em 2022, quando é previsto que o governador Wellington Dias (PT) se licencie do cargo para disputar o Senado nas eleições estaduais.

Neste momento, o petista continua em quarentena na Glasgow na Escócia, após ter testado positivo para Covid-19. Segundo Regina Sousa, ele retornará ao Piauí no domingo (21).

 

Flash Paula Sampaio
[email protected]

 

Imprimir