Cidadeverde.com
Geral

Quarto suspeito de participar da morte de taxista é preso pelo DHPP

Imprimir

Foto: Reprodução

Agentes da Polícia Civil do Piauí prenderam nesta quinta-feira (25/11) o quarto e último envolvido no latrocínio que vitimou o taxista Geovani Soares Barroso, morto em 19 de outubro. 

O quarto preso foi identificado pelas iniciais J.L.S.A., mais conhecido como Lorin, e foi preso no Parque Ideal, zona Sudeste de Teresina, durante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva. 

Em seu interrogatório, Lorin confessou que foi o responsável por apresentar Playboy e Gugu, dois primeiros suspeitos do latrocínio presos, ao proprietário do carro utilizado no dia do crime, identificado como Luis Carlos. 

Segundo apurou o Cidadeverde.com, o proprietário do veículo procurou Lorin para que o ajudasse a recrutar criminosos para realizar uma série de assaltos em Teresina com seu automóvel. Após os delitos, o grupo dividiria os objetos roubados. 

Lorin já possui passagens pela polícia por tráfico de drogas e porte de arma. 

PRISÕES 

Quase um mês após a morte do taxista, os primeiros suspeitos de envolvimento no crime foram presos. Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam em 10 de novembro dois suspeitos. 

No dia 23 de novembro, policiais do DHPP prenderam um homem identificado como Luís Carlos, suspeito de ceder carro para criminosos praticar roubos na zona Sudeste de Teresina. 

CRIME 

O taxista Geovani Soares Barros, 35 anos, morreu após ser baleado em um assalto no dia 19 de outubro, na zona Sudeste de Teresina. O caso aconteceu por volta das 10h da manhã desta terça-feira (19) enquanto o trabalhador chegava para um descanso na casa onde morava com o pai, na Rua Lourenço Figueiredo, no Parque Ideal. 

O coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Francisco Costa, o Baretta, conta que Giovani foi abordado logo ao chegar na porta da casa. Três homens que estavam em um Celta de cor vermelha anunciaram o assalto. 

“Segundo relatos, ele não quis entregar, teria esboçado uma reação e recebeu um tiro na região do tórax. As informações são de que os assaltantes roubaram o carro Celta usado no assalto por volta das 7h da manhã de hoje também na região do Parque Ideal e desde cedo faziam assaltos”, conta Baretta.

 

Nataniel Lima 
[email protected] 
 

Imprimir