Cidadeverde.com
Geral

Salvador cancela festa de Réveillon e prefeito cita temor por nova variante

Imprimir

Foto: Prefeitura de Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM-BA), anunciou nesta segunda-feira (29) o cancelamento da festa de Réveillon na capital baiana. Em mensagem no Twitter, o prefeito citou entre as justificativas a descoberta da variante ômicron do novo coronavírus e o aumento de casos na Europa.

"Diante da chegada de uma nova variante do coronavírus e do aumento de casos na Europa, estou tomando a decisão de cancelar o Virada Salvador desse ano. Sei da importância do evento para economia da nossa cidade, mas seguimos colocando a vida das pessoas em primeiro lugar", escreveu no Twitter.

Em entrevista na manhã de hoje, Bruno Reis disse que a Virada Salvador tem estimativa de público próxima a 250 mil pessoas, o que seria temerário em meio a um momento de incerteza em relação à evolução da doença no mundo.

O prefeito, porém, disse que ainda não há uma definição em relação à realização do Carnaval de 2022. Segundo ele, uma decisão será tomada em conjunto com o governador do estado, Rui Costa (PT).

Na última semana, pesquisadores anunciaram a descoberta de uma nova variante de preocupação, posteriormente nomeada de ômicron pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Atualmente, o Ministério da Saúde investiga um caso suspeito de contaminação pela ômicron de um brasileiro que chegou em São Paulo vindo da África do Sul no sábado (27) e testou positivo para a covid-19.

O anúncio do cancelamento do Réveillon em Salvador ocorre em um momento em que outras capitais começam a se posicionar sobre as festas na virada de ano. Durante o fim de semana, o Governo do Ceará proibiu o tradicional evento em Fortaleza.

Fonte: Folhapress

Imprimir