Cidadeverde.com
Últimas

Prefeitura vai tirar bilhetagem dos ônibus da Strans e gerência vai ficar com Eturb

Imprimir

Foto: Roberta Aline

A Prefeitura de Teresina prepara nova mudança no setor de bilhetagem eletrônica, sistema virtual que recebe o pagamento das passagens de ônibus no transporte coletivo.

A proposta do prefeito Dr. Pessoa (MDB) é de levar o sistema para a Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), que é comandada pelo seu filho João de Deus Duarte Neto, o Pessoinha. 

A bilhetagem eletrônica era gerida pelo Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina). Com a crise entre a prefeitura e os consórcios de ônibus, o prefeito declarou situação de calamidade no transporte e a Strans passou a ter o direito de acompanhar a bilhetagem. O serviço é administrado por uma empresa terceirizada.

Este mês, o superintendente da Strans (Superintendência de Transporte e Trânsito), major Claudio Pessoa, anunciou que vai lançar um edital de licitação para escolher uma nova empresa para administrar a bilhetagem eletrônica.  

A escolha de uma nova gestora da bilhetagem eletrônica é essencial para reorganizar o sistema de transporte de ônibus em Teresina. 

A CPI do Transporte Público, realizado pela Câmara Municipal, mostrou que a bilhetagem é um gargalo e que o sistema não presta contas, enquanto os empresários dizem que há transparência.

O vereador Renato Berger (PSD), líder do governo, disse que o projeto ainda não chegou na Câmara, mas que será enviado em breve.

“O prefeito está conversando com setores para encontrar a melhor alternativa se leva para Eturb ou se fica na Strans”, disse o vereador.

Berger alegou que não há impedimento legal para ser levado para Eturb e que a empresa tem pessoas capacitadas para gerenciar o sistema.

“A Strans trabalha mais com o trânsito, e a Eturb tem mais servidores e funcionários graduados que podem administrar a bilhetagem eletrônica”, disse Renato Berger.

Flash Yala Sena
[email protected]  

Imprimir