Cidadeverde.com
Geral

Procon autua 17 postos de combustíveis por irregularidades durante fiscalização em Teresina

Imprimir

Atualizada às 13h00

Equipes do Procon (Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor) fiscalizaram na manhã dessa sexta-feira (11), 40 postos de combustíveis em Teresina. De acordo com o chefe de Fiscalização do órgão, Arimatea Area Leão, 17 postos foram autuados por aumento antecipado do preço e por não fornecerem combustível ao consumidor. 

“Foram 14 autos de infração relacionado ao aumento antecipado de combustível e três autos de infração onde foi constatado que os postos não forneciam o combustível para o consumidor, informando que não tinham estoque”, explica o chefe de Fiscalização.

Ainda de acordo com o Arimatea Area Leão, durante as fiscalizações, foi exigido aos estabelecimentos, as notas fiscais referentes aos dias 9,10 e 11 de março, para comparação dos valores. 

"Esses postos autuados estão passíveis de uma multa que vai de R$ 600 a R$ 10 milhões e tem o prazo de 15 dias para a defesa", explica Arimatea Area Leão. 

As fiscalizações duraram toda a manhã, em todas as zonas de Teresina. Ao todo, três equipes de fiscalização participaram da ação. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Matéria original

Fiscais do Procon realizam na manhã desta sexta-feira (11) fiscalização nos postos de combustíveis de Teresina. O objetivo da ação é identificar possíveis abusos na comercialização da gasolina e do diesel, após o aumento anunciado ontem pela Petrobras.

A alta chega a 24% para o preço do diesel, 18% para a gasolina e 16% no preço do gás de cozinha.

Em Teresina, o preço médio da gasolina deve ficar entre R$ 8,20 a R$ 8,30, dependendo de cada posto. O gás de cozinha está a R$ 110 e vai para R$ 130,00.

Até o momento, o Procon ainda não divulgou o balanço parcial das ações, mas confirmou que as equipes seguem em campo desde o início da manhã para fiscalizar e autuar os locais onde forem encontradas irregularidades. 

Filas para abastecer

O aumento de 18% no preço da gasolina anunciado nesta quinta-feira (10) pela Petrobras provocou uma corrida de motorista aos postos de combustíveis em Teresina. Em várias regiões da cidade filas se formaram na tentativa de abastecer o carro antes do reajuste, que entra em vigor nesta sexta. A previsão é que o valor nas bombas fique R$ 1 mais caro.

 

Rebeca Lima
[email protected] 

Imprimir