Cidadeverde.com
Esporte

Técnicos concordam e Fifa deve autorizar 26 jogadores para cada seleção na Copa

Imprimir

Um desejo do técnico Tite está muito próximo de se realizar para a Copa do Mundo do Catar: o aumento da delegação de 23 para 26 jogadores.

Nesta sexta, antes do sorteio que definiu os oito grupos para o Mundial, técnicos das seleções já classificadas se reuniram para deliberar sobre o tema e aprovaram a medida. Falta agora a Fifa oficializar.

"Vão ser 26 atletas, todos eles no banco, participando", afirmou o auxiliar Cléber Xavier, em entrevista ao canal SporTV. "E está liberado, quem quiser pode levar 23, 24 ou 25. Não é uma obrigação levar os 26, e todos eles estão liberados (para compor o banco)."

O aumento do número de atletas vinha sendo pleito de algumas federações nacionais junto à Fifa há alguns meses, sendo que Tite sempre defendeu a medida.

Um dos argumentos é minimizar possíveis impactos de desfalques por causa da covid-19. O outro é que a Copa no fim do ano terá apenas uma semana de preparação, o que poderá resultar em déficit na preparação física de atletas

A comissão técnica conta com esse aumento também como forma de aumentar as possibilidades táticas da equipe. Com três jogadores a mais, Tite poderá levar jogadores de ataque com características diferentes, e terá mais liberdade para definir a lista de armadores da seleção.

Por outro lado, o aumento para 26 jogadores tende a ser um obstáculo extra a seleções de países menores ou menos cotadas para a Copa, uma vez que a quantidade de jogadores "selecionáveis" costuma ser menor do que a das equipes da elite do futebol mundial.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir