Cidadeverde.com
Últimas

Novo comandante da Polícia Militar vai priorizar policiamento ostensivo e comunitário

Imprimir
  • sheyvam1.jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem1.jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(15).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(14).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(13).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(12).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(11).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(10).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(9).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(8).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(7).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(6).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(5).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(4).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(3).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(2).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • passagem_comando_pm_(1).jpg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 11.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 10.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 9.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 8.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 7.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 4.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 2.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • 1.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com

O coronel Scheiwann Scheleiden Lopes da Silva assumiu na manhã desta segunda-feira (04) o comando da Polícia Militar do Piauí, em solenidade no Quartel do Comando Geral, com a presença da governadora Regina Sousa (PT) e autoridades estaduais. 

Scheiwann Lopes assume a posição no lugar do também coronel Lindomar Castilho. A mudança por decisão da governadora Regina Sousa (PT), que assumiu o governo do Estado na última quinta-feira.

Durante a solenidade, o novo comandante da PM afirmou que o foco de sua gestão será o fortalecimento das ações de policiamento ostensivo e do serviço de inteligência da corporação. 

“Vamos dar a continuidade ao trabalho que foi feito, com o incremento de novos equipamentos, novo efetivo com concurso público, novas tecnologias e vamos intensificar o policiamento ostensivo, aproximando a PM da comunidade, queremos essa aproximação e trabalhar a questão da tecnologia e da inteligência, aliado ao trabalho científico. Queremos intensificar o trabalho científico, ou seja, apontar os caminhos através da inteligência. Sabemos as manchas e turnos nos quais a criminalidade atua e queremos fazer um trabalho com planejamento operacional”, disse Scheiwann Lopes. 

O novo comandante também destacou que predente aproximar a Polícia Militar da população. 

"Preciso do apoio da comunidade, de lideranças comunitárias para aproximar. O ser humano tem uma tendência natural de desprezar e se afastar daquilo que ele não conhece muito. Então, temos que aproximar, entrosar a polícia da comunidade, ter as informações que a gente pode ter um trabalho melhor voltado para a comunidade, porque a polícia existe para ela e por ela”, afirmou. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Em entrevista, o novo comandante geral anunciou que está marcada para amanhã (05) uma reunião com o alto comando da Polícia Militar. 

No encontro, será apresentado um plano de comando de nove meses, além da divisão de funções e nomeação de pessoal. "Serão mudanças pequenas, mas importantes”, destacou. 

Scheiwann Lopes também adiantou que inicialmente não fará mudanças nos comando dos batalhões da PM. 

O coronel Scheiwann Lopes foi o primeiro diretor de inteligência da Polícia Militar e, recentemente, ocupava o cargo de chefe de Assistência militar da vice-governadoria, ocupada por Regina Sousa. 

Motopoliciamento 

O novo comandante também explicou sobre como funcionará o motopoliciamento já citado em entrevistas e pronunciamentos da governadora. Ele disse que o projeto já foi implementado no Piauí e objetivo é incrementação. Até maio a corporação ganhará mais 50 veículos, somando pelo menos 300 motocicletas. 

As equipes vão passar por um treinamento específico com duração de 15 dias e serão colocadas em pontos estratégicos, conforme o plano elaborado pelo novo comando. 

“Temos que trabalhar com planejamento e responsabilidade. Tem uma previsão, com dinheiro já garantido para fazer em tempo recorde, em 10 ou 15 dias, da formação dos policiais que vão atuar no motopoliciamento, porque tem que ter doutrina, técnico. Então, até o fim de maio teremos mais de 300 motos. Vamos otimizar o motopoliciamento, vamos com planejamento direcionar trabalhar na raiz, nas manchas criminais, casadas com roubo a patrimônio, roubo de celular, carro, moto, em paradas de ônibus e aqueles crimes violentos”, disse.

Scheiwann Lopes anunciou também que o projeto do policiamento com bicicletas já foi apresentado e aprovado por Regina Sousa. O objetivo é usar a nova modalidade em ambientes onde as pessoas praticam esportes, praças e no Centro. 

“Ela não é tão ágil quanto a motocicleta, mas é mais ágil do que o policiamento a pé. Iremos fortalecer o policiamento a pé no centro, vamos reativar para ter a presença de policiais. Esse ciclopatrulhamento é uma ideia nossa que será apresentado por nós como projeto piloto em praças e no centro da cidade”, destacou. 

 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Concurso 

O novo comandante geral saiu também em defesa da convocação de novos policiais militares, conforme o edital, e disse que vai trabalhar para que oreforço possa estar na rua até o Natal de 2022. 

“O concurso foi previsto, foi feito, e a previsão é para no semestre que vem termos os alunos no centro de formação profissional e com fé em Deus, se tudo der certo, teremos estágios deles no Natal, estamos trabalhando para isso, para termos esse reforço”, finalizou.

Regina Sousa quer reforçar policiamento 

Em entrevista à imprensa, a governadora Regina Sousa falou sobre a expectativa para o novo comando da Polícia Militar. Como já havia destacado durante o discurso de posse, na última quinta-feira, a governadora anunciou planos para a implementação de motopoliciamento, policiamento através de bicicletas, e projetos para aproximar a corporação da comunidade. 

“Teremos um policiamento mais ostensiva na rua. Não é fazendo críticas ao coronel Lindomar Castilho. Aqui o tempo da burocracia não é tempo que gostaríamos de ter. Tem muitas motos que chegaram, vão chegar muito mais nas ruas fazendo o policiamento”, disse.  

Em discurso aos oficiais, Regina Sousa elogiou Lindomar Castilho e disse que ele estava à frente de um serviço brilhante, principalmente, durante a pandemia. A petista disse que a polícia prestou um serviço heroico contra a disseminação do vírus.

"Saio pela porta da frente", diz Lindomar Castilho 

Em discurso de despedida, Lindomar Castilho comparou a trajetória que fez na PM a uma corrida olímpica feita por um atleta. Ele destacou a transparência que, segundo ele, deu a sua administração e acrescentou que entrou e agora sai do cargo “pela porta da frente”. 

“Tenho toda essa história e do que me orgulho é que foi naturalmente, transparente e muito naturalmente. Isso não é uma benção. Mas como tudo tem um fim, aqui estou em como um jogador de futebol que tem que pendurar as chuteiras e dar a sua última volta olímpica. Aqui cheguei pela porta da frente e saio também pela porta da frente, de cabeça erguida, com a sensação de dever cumprido”, pontuou. 

 

 

 

 

 

 

Flash Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir