Cidadeverde.com
Política

Rafael Fonteles quer plano de governo realista diz que documento não será “carta de intenções”

Imprimir

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

O plano de governo do pré-candidato Rafael Fonteles (PT) está em fase de produção e o ex-secretário promete um documento com diretrizes realistas e passíveis de serem realizadas. A declaração foi dada durante a filiação de prefeitos aos quadros petistas na quarta-feira (20). 

Após o lançamento da pré-candidatura, Rafael Fonteles tem mostrado cada vez mais o própria lado político. Esse perfil tem sido notado por prefeitos do interior, de quem o pré-candidato tem buscado o apoio.  

O prefeito de Várzea Branca, Raimundo Nonato, Nonatinho, por exemplo pontuou que decidiu apoiar Rafael Fonteles, porque ele é um político “direto, realista e sem arrodeios”.

Aos responder para jornalistas sobre as avaliações feitas por gestores municipal, Rafael Fonteles pontuou que busca manter um perfil equilibrado entre o técnico e político e defendeu o uso da objetividade e franqueza. 

“Cada vez mais as pessoas querem objetividade, franqueza e realismo”, destacou. 

O ex-secretário aproveitou para adiantar que o plano de governo que está produzindo junto com aliados terá essas características. Ele pontuou querer um documento que não seja uma “mera carta de intenções” com metas possíveis de serem efetivadas em quatro anos. 

“Inclusive, nosso próprio plano de governo está sendo feito com cautela para não virar uma mera carta de intenções e sim um programa exequível e realista do estado, que tive a oportunidade de dizer para a população, apontar o caminho que queremos seguir, o que podemos fazer e o que não podemos fazer em uma eventual gestão nossa”, pontuou.    
 


Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir