Cidadeverde.com
Geral

Vídeo mostra momento em que sargento da PM é morto a tiros no bairro São Cristovão

Imprimir

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que o sargento da Polícia Militar do Piauí, Cleto de Paula Cortez, de 55 anos, é assaltado no bairro São Cristóvão, zona Leste de Teresina, na quinta-feira (22).  O policial foi alvejado com tiros na cabeça e no tórax, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ontem à noite no HUT (Hospital de Urgência de Teresina). 

O vídeo mostra o sargento embaixo de uma árvore em frente a uma residência, no bairro São Cristovão, zona Leste de Teresina. O policial estava sentado em uma motocicleta numa rua sem movimentação de pessoas. A Polícia informou que ainda não se sabe o que o PM estaria fazendo no local e investiga para saber o que levou o policial até aquele local. 

Nas imagens que o Cidadeverde.com teve acesso, observa-se o momento que o suspeito se aproxima do sargento. O homem, que também estava em uma motocicleta, joga o veículo no chão e avança contra o sargento da PM, que acaba alvejado com três disparos de arma de fogo. 

Toda a ação demorou cerca de 10 segundos. 

Foto: Reprodução 

Questionado pela reportagem se o criminoso levou algo do sargento, o comandante da Companhia do Promorar, capitão Sousa Lima,  afirmou que levou a arma do policial. 

"Não dá para ver nas imagens, mas acreditamos [que levou a arma] porque ele sempre andava armado", destacou o capitão. 

O sargento foi atingido por três disparos de arma de fogo, um na cabeça e dois no peito. 

Até o momento, ninguem foi preso e a polícia segue em diligência atrás de informações sobre o autor do crime. 

O sargento Cleto de Paula Cortez tinha 30 anos de corporação e estava lotado na 2ª Companhia do Promorar. Era casado e tinha dois filhos. 

O velório acontece na Capela da Igreja São Sebastião da Polícia Militar do Piauí, no bairro Cristo Rei, zona Sul de Teresina. E o sepultamento está previsto para acontecer às 15h, no Cemitério Jardim da Ressurreição. 


Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir