Cidadeverde.com
Política

Projeto de Lei propõe atendimento prioritário a pessoas com fibromialgia

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

O deputado estadual Franzé Silva (PT) está articulando a regulamentação da Lei Nº 7.628/2021, de sua autoria, que determina atendimento prioritário a pessoas com fibromialgia em estabelecimentos públicos e privados em todo o Estado do Piauí. A regulamentação é necessária para dar eficácia à Lei.

Uma das medidas que estão sendo estudadas, dentro da regulamentação, é a da confecção de carteira de identificação para os fibromiálgicos, de maneira que eles possam, ao frequentarem os estabelecimentos, apresentar a documentação atestando sua condição e a exigência normativa.

“Queremos agilizar a regulamentação da Lei, que beneficia centenas de pessoas que sofrem com esse problema no nosso Estado. Tenho recebido inúmeros elogios de pessoas com fibromialgia, pela apresentação da norma, mas precisamos regulamentar a Lei, para que elas possam ser, efetivamente, contempladas”, pontua Franzé.

A fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome que se manifesta com dores no corpo, fadiga, sono não reparador, problemas de memória e concentração, ansiedade, formigamento, depressão, dores de cabeça, tontura e alterações intestinais.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a síndrome é bastante frequente. No Brasil, há cerca de 4 milhões de pacientes com fibromialgia, principalmente mulheres e costuma surgir entre os 30 e 55 anos, embora atinja também crianças e idosos.

No mundo, mais de 150 milhões de pessoas sofrem com o mal, entre 75% e 90% mulheres. O diagnóstico, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, é totalmente clínico e feito através dos sintomas e sinais.

 

Paula Sampaio (com informações da Alepi)
[email protected]

 

Imprimir