Cidadeverde.com
Esporte

Avaí vence Coritiba em dia de homenagem para Betão e fica em 3º no Brasileirão

Imprimir

Em jogo com despedida para o zagueiro Betão, que anunciou sua aposentadoria na última semana, o Avaí derrotou o Coritiba de virada por 2 a 1 na noite desta segunda-feira, no estádio da Ressacada, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. 

Com o resultado, subiu para a terceira posição, com dez pontos, atrás apenas de Corinthians (12) e Santos (10). O Coritiba, por sua vez, ficou em décimo, com sete.

Apesar do primeiro tempo ter terminado em 0 a 0, o jogo foi movimentado com boas oportunidades de gol. O Avaí foi melhor, teve mais volume e chegou com perigo logo de cara com Raniele. A bola foi para fora.

O Coritiba respondeu de forma imediata, mas o arremate de Léo Gamalho parou em Douglas Friedrich.

O Avaí foi crescendo aos poucos e exigiu muito de Alex Muralha. O goleiro foi o grande destaque do primeiro tempo com importantes defesas. A melhor delas em um chute de Morato dentro da área. Com isso, o Coritiba conseguiu segurar o rival para levar um 0 a 0 para o intervalo.

No segundo tempo, o Coritiba voltou com tudo e precisou de apenas seis minutos para inaugurar o marcador. Egídio recebeu pela esquerda e chutou. Douglas espalmou e a bola sobrou limpa para Igor Paixão, que só teve o trabalho de empurrar.

O Avaí tentou reagir, mas perdeu chances claras de empatar, até que aos 14 minutos, em belo contra-ataque, Muriqui foi derrubado por Egídio, e o árbitro marcou pênalti. Bissoli bateu no meio do gol e fez 1 a 1.

E a virada aconteceu aos 24. Bissoli dividiu com Henrique, e mais uma penalidade foi marcada. Desta vez, Muriqui bateu e fez o segundo.

Atrás do placar, o Coritiba se jogou ao ataque, mas não conseguiu passar pelo goleiro Douglas, que, com boas defesas, confirmou mais um triunfo do time catarinense.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o América no domingo, às 17h30, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). No mesmo dia, às 18h, o Avaí recebe o Juventude, na Ressacada, em Florianópolis (SC).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir