Cidadeverde.com
Picos

“Justiça não foi feita” diz amiga após soltura do acusado de matar Samuel

Imprimir

Foto: Reprodução/ WhatsApp

José Samuel de Souza

O acusado de assassinar José Samuel de Souza, conhecido por “Chiquito”, 39 anos, no município de Campo Grande do Piauí foi posto em liberdade. A reportagem do cidadeverde.com/picos entrevistou uma amiga próxima da vítima que lamentou a soltura do acusado de cometer o crime, R. da S.L.

Samuel foi assassinado em 11 de novembro de 2021 com sete facadas em frente a casa da sua avó. Diante das investigações, o acusado do homicídio foi preso no dia 25 de março, em Paulínia-SP. 

No entanto, R da S. L. foi posto em liberdade no dia 22 de abril de 2022, em São Paulo, após decisão judicial expedida pela Comarca de Jaicós-PI. Todo o caso vinha sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí através da Delegacia de Jaicós e da Delegacia de Homicídios de Picos.

A amiga de Samuel, Luciene Ferreira Barros, destacou que a decisão da Justiça traz um sentimento de impunidade.

“Eu e Samuel era como se fosse meu irmão, convivemos toda nossa infância juntos. Tudo isso é muito triste, é como se a Justiça não fosse feita. Estou sempre em contato com a Polícia atrás de maiores detalhes do caso. A Polícia fez o seu papel, porém alguns órgãos tem dado pouca atenção”, disse.

A decisão de soltura do acusado é com base no parecer da Promotoria de Justiça de Jaicós que apontou várias diligências imprescindíveis que não foram realizadas a contento pela Polícia Civil, bem como provas que materializem a autoria do crime.

 

Paula Monize
[email protected]

Imprimir