Cidadeverde.com
Geral

Polícia Civil prende suspeito de assaltar lojas na zona Sul de Teresina

Imprimir

 

 

A Polícia Civil, por meio da equipe do 13ª Delegacia, com apoio do Grupo de Apoio Operacional (GAO), deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra Eric Vinicius da Silva Gomes, de 20 anos, que é suspeito de participar de diversos assaltos em Teresina, contra lojas e até mesmo do assalto ocorrido aos vigilantes do Detran, em setembro de 2021, onde foram levadas quatro armas.

O mandado foi cumprido na Rua Uruçuí, na Vila da Paz, na zona Sul de Teresina, pela realização de um assalto em uma loja de roupas localizada na Avenida Barão de Castelo Branco, na zona Sul de Teresina, no dia 15 de novembro de 2021, quando fingindo ser um cliente, ele chega no local e escolhe peças de roupa e, no momento em que a vendedora confere os produtos no caixa, o assalto é anunciado. O suspeito apontou a arma para a vendedora, e colocou ela dentro do banheiro, enquanto roubava vários produtos.

Segundo o delegado Odilo Sena, o suspeito tem participação em diversos assaltos, e muitas vezes atuava com dois comparsas. Um deles é adolescente que já foi apreendido por outro crime, e o outro permanece solto, apesar de ter sido solicitada a sua prisão, o juiz decidiu decretar apenas a de Eric Vinicius.

“Eles fizeram vários crimes, em loja de celulares, em loja de roupas onde a proprietária teve prejuízo em torno de R$ 5 mil, utilizando uma motocicleta roubada. Esse mesmo grupo roubou os vigilantes do Detran e as suas armas, já roubaram transeuntes, farmácias, e esperamos que ele se mantenha preso o maior tempo possível, o necessário para ele poder repensar sobre a sua vida e traçar uma vida descente na sociedade”, disse o delegado.

Ele explicou que espera que a Justiça decrete a prisão do outro comparsa, pois é considerado de alta periculosidade. Segundo o delegado Odilo Sena, eles fazem parte de uma facção criminosa.

“Os dois foram indiciados, mas a Justiça entendeu que cabia a prisão preventiva apenas em relação a um. A prisão preventiva foi cumprida hoje. Foram eles que fizeram o crime no Detran onde roubaram quatro armas de fogo e as respectivas munições, onde os vigilantes foram humilhados. Espero que o Ministério Público possa reverter a prisão desses três que são interligados com uma facção criminosa”, destacou o delegado.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

 

Imprimir