Cidadeverde.com
Esporte

Internacional cede o empate ao Atlético-GO no fim e é vaiado no Beira-Rio

Imprimir

O Internacional não consegue desencantar no Brasileirão. Nesta segunda-feira, o time gaúcho abriu o placar cedo e parecia caminhar firme para acabar com a série de quatro igualdades na competição.

Foto: Ricardo Duarte - Internacional

Mas acabou levando um gol na reta final, no Beira-Rio, e acabou vaiado após 1 a 1 com o Atlético-GO. 

O resultado poderia ser ainda pior não fosse noite inspirada de Daniel. O goleiro fez pelo menos três grandes defesas nos 90 minutos.

Com o empate, o Internacional perdeu a chance de encostar no G-4 - grupo de classificação à Copa Libertadores - e é apenas o 12º colocado, com 11 pontos. Enquanto o Atlético-GO chegou aos sete e se mantém na zona de rebaixamento: é o 17º colocado. Um ponto atrás do Cuiabá (16º).

O lado positivo do empate, o quinto seguido no Brasileirão, é que o Internacional chegou a 12 jogos de invencibilidade na temporada, sendo dez deles sob o comando de Mano Menezes.

O Internacional começou a partida pressionando o Atlético-GO e abriu o placar cedo, logo aos 11 minutos. Alan Patrick recebeu bola no meio-campo e lançou o atacante Wanderson, que invadiu a área e chutou cruzado com a perna esquerda, bem no cantinho do goleiro Ronaldo.

Apesar da vantagem, o Internacional deu espaços e viu o Atlético-GO criar chances de empatar. Logo aos 15, o volante Gabriel Baralhas arriscou de fora da área e acertou o travessão do goleiro Daniel. No contra-ataque, aos 26, os gaúchos assustaram em finalização de Matheus Cadorini.

O Atlético-GO esteve melhor que o Internacional antes do intervalo e só não empatou pois o goleiro Daniel estava em noite inspirada. Aos 37, ele defendeu chute à queima-roupa do atacante Wellington Rato. Depois, aos 43, foi a vez do zagueiro Ramon Menezes chutar e parar no goleiro colorado.

No segundo tempo, o Atlético-GO seguiu melhor e o goleiro Daniel confirmou o protagonismo em campo. Aos 21 minutos, Churín recebeu dentro da área e tocou para Wellington Rato. O atacante chutou com a perna esquerda, a bola desviou em Rodrigo Dourado e Daniel mandou para escanteio, no reflexo.

De tanto insistir, os goianos chegaram ao empate aos 33 minutos. Léo Pereira recebeu no lado esquerdo e cruzou para o centroavante Churín cabecear no canto de Daniel. O atacante, com passagem pelo Grêmio em 2021, não marcava há mais de um ano, encerrando assim um longo e indigesto jejum.

A reta final da partida foi movimentada, com o Internacional partindo para o tudo ou nada e o Atlético-GO organizado querendo a vitória.

E a virada dos goianos quase veio aos 42 minutos, num cabeceio de Marlon Freitas em que Bruno Méndez tirou a bola em cima da linha, mantendo o empate no placar. As vaias acabaram inevitáveis.

O Internacional volta a campo no domingo para enfrentar o Red Bull Bragantino, às 19 horas, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Já o Atlético-GO, no sábado, recebe o Corinthians, às 20h30, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir