Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa diz que Republicanos está em "paz total' e que só vai declarar apoio no 2º turno

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) afirmou nesta segunda-feira (13) que a reunião com o partido ocorreu em um clima de “paz total”. 

O chefe do Executivo, afirmou que repassou a posição de que o partido não vai lançar pré-candidatura majoritária e não foi questionado por nenhum membro, nem pelo vice-prefeito Robert Rios e nem pelo vereador Jeová Alencar, conforme ele mesmo destacou. 

“Será uma terceira via, embora não esteja completa, peguei o partido faltando oito dias, então, não deu para fechar a chapa […] sobre senador, não foi tratado sobre assunto, eu estava iluminado pela luz divina que ninguém nem questionou nada. Não sei se foi respeitando a minha idade ou se foi porque estive acometido de Covid. Coloquei o que tínhamos fechado lá atrás com um olhar democrático e republicano e tudo foi nesse olhar e harmonia, de abraço e bem-querer, olhando para deputado federal e estadual”, descreveu. 

Dr. Pessoa afirmou que o partido vai focar nas chapas proporcionais durante o primeiro turno e só definirá apoio no segundo turno. O prefeito ainda deixou bem claro que, mesmo nesta condição, os membros não serão liberados para apoiar os pré-candidatos a governador. 

Dr. Pessoa também destacou que ainda não conversou com Jeová Alencar sobre a possibilidade de um eventual apoio do vereador ao pré-candidato a governador. 

Ele anunciou que o partido deverá ter duas novas reuniões para avaliar o cenário político após as convenções e outra no dia 04 de outubro para discutir o segundo turno. 

O prefeito ainda fez uma análise sobre a eleição onde os pré-candidatos mais competitivos Rafael Fonteles (PT) e Silvio Mendes (União Brasil). 

“Eu acho que terá segundo turno. Se alguém ganhar aqui em primeiro turno, será com uma diferença de menos de 2 mil votos, quero deixar claro aqui”, avaliou. 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir