Cidadeverde.com
Política

Neto do Angelim desabafa e diz que foi excluído no Progressistas

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

O vereador Neto do Angelim (Progressistas) afirmou nesta sexta-feira (08) que foi o próprio diretório do Progressistas que o levou a decisão de seguir com a base governista e declarar apoio para o pré-candidato Rafael Fonteles (PT).

Neto do Angelim relatou que não tem sido chamado para reuniões do grupo da oposição e que nunca obteve o retorno de dirigentes da sigla, como o ministro Ciro Nogueira (Progressistas), ao buscar diálogo sobre a situação. Ele disse que, inclusive, também procurou o pré-candidato da oposição Silvio Mendes (União Brasil) e não obteve uma resposta. 

O impasse para o afastamento entre o parlamentar e o Progressistas se instalou devido ao alinhamento de Neto do Angelim com o deputado Carlos Augusto (PSD) da base do governo, pré-candidato a deputado federal. O vereador comunicou ao partido que votaria no aliado, momento no qual teria passado a receber um tratamento diferenciado na sigla. 

“Não temos motivo para continuar, já que o próprio partido nos empurra para essa situação. Eu mesmo tenho mensagem para o ministro que queria uma conversa, um diálogo, que estava com Valdemir do meu lado e não tivemos esse retorno. Mas, continuamos no Progressistas e esperamos que entendam a nossa situação, já que é o próprio partido que fala que temos deputado estadual e federal, que não tem condições de ficarmos lá, eles mesmos alegam isso”, explicou. 

 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir