Cidadeverde.com
Geral

Vereador é preso acusado de espancar e prender esposa em Curralinhos

Imprimir

O vereador de Curralinhos, Nataniel Campelo dos Santos, foi preso no último sábado(02), pelo delegado Lourival Neto do Distrito da cidade, após denúncia de espancamento e cárcere privado contra sua esposa, a professora V.M.F.S. Nataniel é irmão do atual prefeito da cidade, Ronaldo Mariano.

A própria vítima teria aproveitado que o marido havia saído para uma sessão na Câmara Municipal e foi até a delegacia. Segundo o delegado, Vanda chegou bastante ferida e relatou que havia sido espancada pelo companheiro e ao dizer que ia denunciá-lo, ele a ameaçou com uma faca por uma hora, até que teve que sair para a sessão. 

Depois da prisão do vereador, a professora fugiu da cidade com medo da reação da família dele. O casal possui três filhos. O delegado abriu inquérito com acusação pela Lei Maria da Penha e entregou à Comarca de Monsenhor Gil, para a juíza Maria da Paz.

Após passar cerca de 24 horas preso, a juíza concedeu fiança (valor não divulgado pelo delegado). Nataniel pagou e foi liberado.

O delegado acredita que o vereador tenha ido procurar a mulher em Teresina, onde está escondida.
 
Populares de Monsenhor Gil, município vizinho a Curralinhos, afirmam que não é a primeira vez que há casos de agressão entre o casal. Quando ainda moravam na cidade, ele teria dado um tiro na mulher, há cerca de dez anos atrás.

A informação foi confirmada pelo delegado Lourival Neto. V.M. teria relatado nos autos do processo.

Delegada Vilma Alves

A delegada da Mulher em Teresina, Vilma Alves, disse que soube do caso e está alerta. “Ele não deveria ter sido liberado, já que além da Lei Maria da Penha, havia um agravante de cárcere privado. Mas, já que foi, se ele reincidir vai direto para a Casa de Custódia. Estamos alerta aqui em Teresina”, afirmou.


Caroline Oliveira
[email protected]

Tags:
Imprimir