Cidadeverde.com
Esporte

Vasco perde do lanterna Vila Nova e cai para terceiro na Série B

Imprimir

Para quem acreditava que o Vasco voltaria a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro por enfrentar o lanterna Vila Nova, acabou se enganando. 

Foto - Daniel Ramalho - Vasco

Com muita lentidão e falta de poderio ofensivo, o time carioca perdeu para o time goiano por 1 a 0, neste sábado, no estádio Serra Dourada, em jogo válido pela 20ª rodada, a primeira do segundo turno.

Sem ganhar há três jogos, o Vasco continua com 35 pontos, porém, perdeu a vice-liderança para o Grêmio, que atingiu os 36 pontos após vencer a Ponte Preta, por 2 a 1, em Porto Alegre (RS). 

O Cruzeiro lidera com folga, agora com 45 pontos, depois de ganhar por 1 a 0 o confronto com o Bahia, que fecha o G-4, com 34 pontos.

O técnico Maurício Souza foi vaiado durante o aquecimento e ao término do jogo. De outro lado, o Vila Nova ganha fôlego na sua luta para evitar o rebaixamento. Esta foi sua segunda vitória em 20 jogos, aparecendo com 17 pontos, e ainda como pior time da competição, ocupando a 20ª posição.

A presença do Vasco na capital goiana levou bom público ao Serra Dourada, com maior presença vascaína nas arquibancadas. O público foi superior a 11 mil torcedores.

Mesmo com domínio superior a 60% de posse de bola no primeiro tempo, o Vasco era muito lento para sair da defesa. E, quando chegava ao ataque, já encontrava a defesa do Vila Nova bem posicionada, não dando espaços para as finalizações. 

Como o time goiano optou por priorizar a marcação, também pouco deu trabalho ao goleiro vascaíno Thiago Rodrigues. Ele só fez uma boa defesa, numa cabeçada do zagueiro Rafael Donato.

No começo do segundo tempo, o Vila Nova abriu o placar. Alex Silva, do lado direito, fez o cruzamento e o zagueiro Rafael Donato apareceu entre os zagueiros para cabecear com força, aos seis minutos. Ele já tinha tido uma chance no primeiro tempo.

Em seguida, o técnico Maurício Souza fez duas trocas no Vasco, com as entradas de Palacios e Erick, com as saídas de Figueiredo e Gabriel Pec, respectivamente. Mas o time não reagiu, mantendo as mesmas dificuldades de evolução e também nas finalizações.

O Vasco só teve uma chance para empatar, aos 30 minutos, quando Juninho, mesmo fora da área, resolveu arriscar o chute de longe. A bola saiu com efeito e o goleiro Tony espalmou para escanteio. 

Nos minutos finais, aconteceram os esperados chuveirinhos em direção à pequena área e uma falsa pressão, neutralizada pelo guerreiro time goiano.

Pela 21ª rodada, o Vasco vai enfrentar o CRB, no Rio de Janeiro, na quinta-feira a partir das 19h. O Vila Nova só voltará a campo no outro sábado (30), diante do Novorizontino, às 18h30, na cidade de Novo Horizonte (SP).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir