Cidadeverde.com
Vida Saudável

Coronavírus é transmitido por vias áreas até o 10º dia de sintomas, diz especialista

Imprimir

Com o recente crescimento de casos de Covid-19, muitos pacientes ainda têm dúvidas sobre o período de isolamento após testar positivo. Em entrevista ao Notícia do Manhã, o médico otorrinolaringologista, Paulo Rogério, explica que até o 10º dia o vírus da Covid ainda permanece nas vias áreas e pode ser transmitido.

“Até dez dias, as pessoas tem na mucosa nasal vírus suscetível a transmissão, independente dos sintomas. Eu tenho observado muito colegas afastando por cinco dias, sete dias, de acordo com os sintomas. Você está liberado por estar com poucos sintomas, mas pode transmitir. Então o que a gente tem de certo são 10 dias de transmissão”, aponta.

Segundo o especialista, a recomendação de isolamento é esperar os dez dias, independente se o paciente estiver com sintomas ou não. Caso após esse período um novo teste seja feito e dê resultado positivo para Covid-19, Paulo Rogério destaca que o vírus não transmitirá a doença para outras pessoas.  

“As pessoas também ficam muito preocupadas em fazer testes, faz um teste hoje dá positivo, faz um tratamento e com três, quatro, cinco dias não está mais sentindo nada e quer fazer outro teste para saber se negativou. Não há necessidade disso, é esperar realmente os dez dias porque em dez dias, mesmo você tendo pouco sintomas, mas você ainda pode transmitir, depois do 10º dia, você não transmite mais e mesmo se você tiver um exame positivo, esse vírus na mucosa não é mais suscetível a causar doenças em outras pessoas”, ressalta.

Baixa umidade

A baixa umidade do ar também é outro alerta durante esses meses caracterizados pelo tempo seco. O otorrinolaringologista destaca os sintomas mais recorrentes provocados por esse período.

“A baixa umidade do ar vai interferir principalmente na hidratação da pele, dos olhos e das vias áreas respiratórias, desde o nariz até os pulmões e aí vem as doenças, porque essa mucosa fica mais vulnerável. Com isso, você vai começar a ter os problemas que são inerentes a esse período, narina ressecada, sangramento nasal, garganta irritada, rouquidão, tosse e o vírus do Covid também aproveita isso”, diz.

Além disso, problemas como pneumonias, bronquites, asmas, rinossinusite, costumam acentuar ainda mais no tempo seco.

Para evitar os sintomas e ajudar no bem estar durante a baixa umidade, o dr. Paulo Rogério destaca que se manter sempre hidratado e umidificar o ambiente é a principal solução.

“A solução é água, tem que hidratar bem, muita água o dia todo, beber bastante água, ter muita atenção com as crianças e com os idosos que são os dois extremos e que são mais suscetíveis. Você pode usar lavagem salina com soro no nariz, evitar locais com aglomeração e evitar ambientes com ar condicionado e umidificar o ambiente”, ressalta o especialista.

 

Da Redação
[email protected] 

 

Imprimir