Cidadeverde.com
Cidades

Teresina tem 1.600 taxistas aptos a receberem auxílio do Governo Federal, diz Strans

Imprimir

Dos 2.012 taxistas cadastrados pela Prefeitura de Teresina, apenas 1.656 estão aptos para receber o auxílio financeiro oferecido pelo Governo Federal. De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), 18% desses profissionais precisam regularizar seus dados cadastrais.

"Pelo último edital temos 2.012 taxistas aptos a trabalharem. 82% desse plantel está ok, pronto para receber esse benefício. Não necessariamente o fato de se cadastrar garante que ele vai receber, isso ainda vai passar por uma triagem junto ao Governo Federal", explicou Cláudio Pessoa, superintendente do órgão.

De acordo com a Strans, cerca de 356 taxistas estão com seus dados cadastrais desatualizados. Os profissionais em situação irregular poderão buscar o órgão com as documentações pessoais e do veículo até o próximo dia 31 de julho ou quando no novo prazo, do dia 05 a 15 de agosto. 

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

"Vamos precisar confirmar que ele exerce a função de fato e que está regulamentado de fato, e isso envolve toda a documentação que o município exige. Quem está irregular terá essa oportunidade de serem incluídos nessa relação que iremos encaminhar para a prefeitura", garantiu o gestor.

Na última quinta-feira (21) o Ministério do Trabalho e Previdência deu dez dias para que todas as prefeituras do país cadastrem os taxistas elegíveis a receber o auxílio financeiro. A previsão da pasta é que o primeiro lote do benefício emergencial aos motoristas de táxi seja pago no dia 16 de agosto.

Para ser considerado apto ao auxílio, taxistas precisam ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida e alvará em vigor no dia 31 de maio de 2022. O valor e o número de parcelas do benefício aos taxistas poderão ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados, respeitando o orçamento disponível. 

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir