Cidadeverde.com
Política

Em primeira sessão do semestre, vereadores adiam votação de mensagens da prefeitura

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde

Na primeira sessão deste segundo semestre na Câmara Municipal, duas mensagens do prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) que entrariam em pauta nesta terça-feira (02), não foram votadas pelos vereadores da capital. 

Trata-se do Projeto de Lei Complementar n° 134/2022, que faria alterações na Política de Regularização Fundiária no Município de Teresina, atualmente gerida pela Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb). A pasta é comandada pelo filho do prefeito, o advogado João Duarte (Republicanos). 

E do projeto de Projeto de Lei Complementar n° 133/2022, que dispõe sobre o licenciamento para funcionamento e exercício de atividades econômicas no município, adequando regras à legislação federal. 

O líder do prefeito, o vereador Antônio José Lira (Republicanos), informou que os projetos chegaram à Casa ainda antes do recesso, mas foram retirados de pauta por apresentarem um “texto confuso”. Segundo ele, as matérias serão colocadas para votação após o debate e consenso entre os parlamentares. 

“Eram dois projetos que entrariam no último dia de sessão de quando foi hoje, alguns vereadores precisaram de mais tempo para discuti-lo. Não podemos votar um projeto que não tenham o conhecimento do conteúdo, o vereador quando vem para cá vem para defender o povo da capital, ele tem que ter consciência do voto. Então, se tiver alguma dúvida temos que discutir para que o voto seja consciente. O projeto veio um pouco confuso e vamos discutir”, declarou. 

 

Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir