Cidadeverde.com
Política

"Errar é humano", diz Joel Rodrigues sobre ter apoiado base do governo

Imprimir

O candidato ao Senado pelo Progressistas, Joel Rodrigues, definiu seu apoio à base do governo por alguns anos como um erro. Em entrevista à TV Cidade Verde nesta sexta-feira (19), ele disse que, desde quando foi prefeito de Floriano, já vinha discordando da forma de administração do estado.

"Errar é humano. O que a gente não pode é permanecer a vida toda no erro. As promessas precisam ser cumpridas. Cadê a descentralização da saúde? Chegou o momento do bom debate. Há 4 anos fizeram uma festa para lançar um novo hospital de Floriano e até hoje nada mudou. Agora, 4 anos depois, estão falando de novo, na época da eleição", afirmou.

Questionado pelos jornalistas sobre apoio ao presidente Jair Bolsonaro, Joel disse que o fato de ser manter indiferente ao cenário nacional não é uma estratégia. O ex-prefeito de Floriano chega a falar em liberar as bases para apoiar quem quiser.

"Não é uma estratégia. É o amor pelo Piauí. Entendemos que o Piauí precisa de uma boa gestão e a necessidade do governo federal. Sou indiferente no sentido de que é uma necessidade e libera a base. O Piauí acima de qualquer coisa", afirmou, ressaltando que quando administrou Floriano contou com o apoio de vários presidentes.

"Eu represento o time do povo do Piauí. Enquanto prefeito eu sempre busquei parcerias, ora com o presidente Lula, Michel Temer, Dilma, o próprio presidente Bolsonaro. O Piauí é um estado pobre e a gente não será capaz de reconstruir o estado sem o apoio do governo federal. Não temos bola de cristal e não sei quem será eleito o presidente da República", disse.

Foto: Reprodução/TV Cidade Verde

Notícias falsas

O candidato condenou ainda o uso de notícias falsas na campanha. "Nós temos que ter transparência, uma campanha limpa, descente. As pessoas não querem ouvir xingamentos, não querem a mentira, elas querem ter a oportunidade de conhecer cada candidato, suas propostas", declarou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir