Cidadeverde.com
Últimas

Policial reage e mata assaltante em salão no estacionamento de supermercado

Imprimir
  • crime.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_03.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_04_(1).jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_04_(2).jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_04.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_05.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-19_at_16_55_06.jpeg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • crime2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pm.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pm2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

Uma tentativa de assalto a um salão de beleza localizado no estacionamento de um supermercado terminou com o suspeito do crime baleado e morto por uma policial que estava no estabelecimento. O caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (19) na avenida Barão de Castelo Branco, zona Sul de Teresina. 

De acordo com o 1º Batalhão da Polícia Militar, as informações preliminares dão conta de que uma das clientes teria reagido ao assalto e disparado contra o suspeito. Ainda não se sabe se a mulher era policial militar ou civil.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios e de Proteção a Pessoa (DHPP) esteve no local realizando os procedimentos iniciais de investigação. O Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção do corpo.

“Possivelmente uma policial efetuou o disparo de arma de fogo contra o indivíduo que tentou roubá-la aqui no salão. Tudo indica que ele chegou ao local em uma moto”, disse o tenente Paulo Roberto.

Uma cliente que estava no estabelecimento no momento da ação e que preferiu não se identificar, relatou ao Cidadeverde.com que haviam pelo menos oito pessoas no salão, todas mulheres, quando o suspeito entrou e anunciou o assalto.

“Vim fazer minhas unhas, tenho o costume de sempre vir. Estava esperando para ser atendida, estava eu e outras mulheres e de repente ele entrou de capacete, virou para a cliente que estava na minha frente e anunciou o assalto. Logo depois ouvi só o barulho do tiro e no momento do susto, achei que tinha sido em mim”, relatou.

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir