Cidadeverde.com
Esporte

Verstappen faz melhor volta, mas Sainz larga em 1º no GP da Bélgica de F1

Imprimir

Max Verstappen fez o melhor tempo do treino de classificação da Fórmula 1 e, apesar de garantir a pole position para o GP da Bélgica, que acontece no domingo (28), vai largar nas últimas posições. 

Neste sábado (27), o holandês liderou as três etapas do treino classificatório e fez 1m43s665, mas foi punido por exceder o limite de peças na troca de componentes.

Dono do segundo melhor tempo do dia, Carlos Sainz é quem vai largar em primeiro amanhã. O bom resultado para a Red Bull se estende a Sergio Perez, que terminou a prova de hoje em terceiro.

Punidos por exceder os limites de mudança no motor, além de Verstappen, Charles Leclerc, Lando Norris, Esteban Ocon, Mick Schumacher, Valtteri Bottas e Guanyu Zhou vão sair nas últimas posições no grid de largada.

Apesar dos acidentes que envolveram as provas de outras fórmulas que aconteceram neste fim de semana, na Bélgica, o treino de classificação do circuito de Spa-Francorchamps aconteceu sem intercorrências. 

A única delas foi o atraso de 25 minutos para começar, uma vez que a pista estava sendo reconstruída após uma batida da Porsche Cup que danificou o espaço.

Q1

Max Verstappen fez a melhor volta no Q1, com 1m44s581. Sergio Perez, que fez o melhor tempo no terceiro treino livre na manhã deste sábado, terminou o Q1 na terceira posição, mesmo melhorando sua própria marca. No TL3, fez 1m46s461, enquanto no classificatório chegou aos 1m45s377.

Ferraris e RedBulls, que se intercalaram entre primeira a quarta posições, deixaram a pista antes do fim do Q1. Pareciam satisfeitos com o resultado.

Todos os outros carros permaneceram na disputa até o fim, que resultou na eliminação dos pilotos Sebastian Vettel (Aston Martin), Nicholas Latifi (Williams), Kevin Magnussen (Haas), Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e Valtteri Bottas (Alfa Romeo).

Sebastian Vettel ficou fora do Q2 por dois milésimos atrás de Mick Schumacher.

Q2

Max Verstappen assegurou a liderança com a marca de 1m44s723. Na sequência, o companheiro de equipe Sergio Perez ficou 7 décimos atrás do holandês, garantindo a dobradinha da Red Bull no Q2.

A Mercedes voltou de férias com dificuldade. A equipe de Lewis Hamilton começou a temporada mal, começou a se recuperar e, na primeira corrida depois das férias, demonstrou regressão em relação ao desempenho do carro. 

Tanto a F-1 de Hamilton como a de George Russell apresentaram um desempenho bastante abaixo do habitual.

Do Q2, foram eliminados Daniel Ricciardo (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri), Guanyu Zhou (Alfa Romeo), Lance Stroll (Aston Martin) e Mick Schumacher (Haas).

Alexander Albon surpreendeu ao se classificar no Q2 com o 10º melhor tempo. O carro não se estabiliza na pista de Spa-Francorchamps, e o piloto faz milagre a cada etapa do treino.

Q3

Max Verstappen quebrou a própria marca ao atingir 1m43s665 logo no início do Q3. Carlos Sainz supera a marca de Sergio Perez e segura a pole.

Existia a chance de os punidos de Ferrari e Red Bull darem seus vácuos aos colegas de equipe, para que conseguissem a pole. Não aconteceu. Mesmo punido largando nas últimas posições, Max Verstappen segurou até o fim.

Atraso

O treino de classificação começou com atraso devido a um acidente que aconteceu pouco antes, durante o treino de classificação da Porsche Supercup.

Os pilotos Harry King e Howard Blank se envolveram em um acidente que fez com que a pista necessitasse de reparos. A prova começou depois de 25 minutos do previsto.

Atual campeão da categoria, o holandês Max Verstappen (Red Bull) lidera o campeonato com 258 pontos. O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) está logo atrás do rival, com 178.

O mexicano Sérgio Perez (Red Bull), o britânico George Russell (Mercedes) e o espanhol Carlos Sainz (Ferrari) fecham o top 5.

Confira o grid de largada do GP da Bélgica

1º Carlos Sainz (Ferrari)
2º Sergio Perez (Red Bull)
3º Fernando Alonso (Alpine)
4º Lewis Hamilton (Mercedes)
5º George Russell (Mercedes)
6º Alexander Albon (Williams)
7º Daniel Ricciardo (McLaren)
8º Pierre Gasly (AlphaTauri)
9º Lance Stroll (Aston Martin)
10º Sebastian Vettel (Aston Martin)
11º Nicholas Latifi (Williams)
12º Kevin Magnussen (Haas)
13º Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
14º Valtteri Bottas (Alfa Romeo)
15º Max Verstappen (Red Bull)
16º Charles Leclerc (Ferrari)
17º Esteban Ocon (Alpine)
18º Lando Norris (McLaren)
19º Guanyu Zhou (Alfa Romeo)
20º Mick Schumacher (Haas)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir