Cidadeverde.com
Últimas

GiraSol: Whindersson confessa que show foi pensado para o Piauí

Imprimir

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

O Whindersson Nunes comandou a abertura do segundo dia de Festival GiraSol com um show único e preparado especialmente para voltar a sua “quebrada” Piauí. Após o sucesso do seu show comédia no estádio Albertão foi a vez de brilhar nos palcos com seu alter ego Lil Whind que fez todos soltarem a voz, se emocionaram, e principalmente apreciar o trap cantado pelo piauiense e muitas ilustres participações. 

“Eu iria fazer só o Rock in Rio. Tive uma experiência, levei um susto. Eu tenho a experiência de piada, de falar com as pessoas, mas de cantar é outra coisa. Comecei a treinar e fiz o Rock in Rio e ia parar lá, mas aí me chamaram e por ser aqui foi por isso que vim e por ser aqui teve aquela preparação. Tanto é que eu estava anteontem no Japão. Eu zelei mesmo para ficar legal”, contou Whindersson Nunes.

Neste momento, dono de uma carreira consolidada dentro e fora do país, Whindersson Nunes tem como essência o fato de fazer reverberar o nome do estado do Piauí de forma muito única.

“O que me deu tudo foi eu lembrar de onde eu vim. A minha fama veio muito da minha história, contando minha história onde vivi as coisas que vivi e onde eu vivi? No Piauí. Então não tem como o cara não agradecer”, pontuou o humorista, Whindersson Nunes. 

O show de Whindersson no festival GiraSol contou com partições de Hungria, Rapadura e também do rapper cearense Arthurzinho. Em cima do palco em vários momentos o Piauiense fez questão de falar sobre o prazer de estar no estado e enalteceu o festival o chamando de “Festival GiraSol da Acessibilidade”. 

 

Pâmella Maranhão
[email protected]

  • whind9.jpg Renato Andrade
  • whind8.jpg Renato Andrade
  • whind7.jpg Renato Andrade
  • whind6.jpg Renato Andrade
  • whind5.jpg Renato Andrade
  • whind4.jpg Renato Andrade
  • whind3.jpg Renato Andrade
  • whind2.jpg Renato Andrade
  • whind1.jpg Renato Andrade
Imprimir