Cidadeverde.com
Entretenimento

'Vou morrer', relembra Paula Fernandes sobre momentos de terror em acidente

Imprimir

Daniel Pinheiro / AgNews

Quase um mês após o acidente de carro, em São Paulo, a cantora Paula Fernandes, de 38 anos, relembrou ao "Domingo Espetacular" (RecordTV) os momentos de terror após ter percebido que o carro havia capotado depois de ter sido atingida na traseira por um carro desgovernado.

"Na minha cabeça passou um filme, eu vou morrer hoje. É só isso que vinha na minha cabeça. Vou morrer hoje? Alguma coisa vai bater na minha cabeça. E eu ficava esperando a coisa bater na minha cabeça. Quando eu vi que o carro protegeu a gente como um cofre", lembrou ela, em trecho da entrevista divulgado pela emissora do Bispo Edir Macedo.

No dia 28 de agosto do mês passado, Paula Fernandes estava na companhia do namorado, o empresário Rony Cecconello, voltando para casa após compromissos e viu o carro capotar na Rodovia Castello Branco, em São Paulo, após ser atingida na traseira por um veículo desgovernado.

A experiência traumática trouxe para a cantora algumas lições de vida. Ela colocou como prioridade valorizar os momentos ao lado de familiares e amigos após o susto.

A artista também conta as novidades na carreira, como o novo álbum 11:11, além de comentar a fama de antipática e as polêmicas que enfrentou com algumas decisões em sua carreira, como a saída do escritório de Leonardo.

"Venceu os meus quatro anos de contrato, eu quis sair mesmo. Mas eu nunca tive nenhum atrito com o Leonardo. Eu nunca conversei com ele sobre isso. Não tem rancor. Nenhum", declarou.

O ACIDENTE
A sertaneja compartilhou uma foto de seu carro capotado. Na noite de ontem, ela tombou o veículo após ser atingida por um carro desgovernado na rodovia Castello Branco, em São Paulo, quando voltava para casa ao lado do namorado, o empresário Rony Cecconello.

"Eu só sei que eu tô viva e sei que ontem eu renasci... Esta imagem chocante representa o dia mais difícil da minha vida, em que eu achei que seria o nosso fim... Muita coisa passou pela minha cabeça naqueles segundos de horror e, quando finalmente parou, eu só queria saber como o Rony estava? E ele estava bem!", escreveu ela, em postagem no Instagram.

Em relato publicado nas redes sociais, Paula Fernandes conta que estava de viagem de volta a sua casa no interior do estado quando um carro desgovernado bateu na traseira do veículo. Assim, ela perdeu o controle da direção com a força do impacto e o carro capotou algumas vezes até parar no acostamento.

"Tenho muitas coisas para dizer nesta mensagem. Eu ainda estou em choque, a cena se repete como filme, sinto taquicardia e medo quando lembro. Foi muito difícil dormir esta noite. Mas a coisa mais importante de todas neste momento é que nós renascemos. Somos gratos por termos sobrevivido a esse acidente", refletiu.

"O que nos salvou? Deus. O carro que se acabou por fora, mas nos protegeu como um cofre, evitando o pior, e o cinto de segurança, que pode salvar a vida de muita gente como salvou a nossa. Nós estamos bem, assustados, mas bem. Eu machuquei um pouco meu braço, mas o Rony só teve alguns arranhões", afirmou a cantora.

Comemorando 38 anos nesta sexta-feira (23), a cantora diz que ter escapado com vida do grave acidente é um "presente de Deus" e agora considera o dia 27 de agosto como um data de celebração por ter renascido.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir