Cidadeverde.com
Geral

Chuva tira 116 mil pessoas de suas casas no Maranhão

Imprimir
O número de desalojados no Maranhão devido às chuvas subiu para 73.319, de acordo com o mais recente balanço da Defesa Civil Estadual. Já os desabrigados são 42.838. No total, 116.157 pessoas tiveram que deixar suas casas devido às enchentes.
 
De acordo com a Defesa Civil, o número de municípios em emergência subiu de 87 para 92. As últimas cidades que decretaram situação emergencial foram Lageado Novo, Palmeirandia, Passagem Franca, Raposa, Zé Doca.
 

O número de mortes provocadas pelas chuvas no Maranhão chegou a 10 após o corpo de uma menina de 13 anos que havia sido levada pela enchente no município de Coelho Neto ser encontrado. Ao todo, o órgão contabiliza que 338.209 pessoas foram afetadas de alguma forma.
 
Mais chuva
No Ceará, a população afetada chega a 283.200 pessoas, com 34.990 desalojados e 24.074 desabrigados. Na Bahia, são 5.436 desalojados e 2.188 desabrigados. No Piauí e no Rio Grande do Norte, a chuva afetou a vida de 74.325 e 52.801 pessoas, respectivamente. E, na Paraíba, são 5.402 desalojados e 1.488 desabrigados. Em Pernambuco, são 47.728 pessoas afetadas pelo desastre natural.
 
A chuva afetou também 14.920 pessoas em Sergipe e 3.461 em Alagoas.
 
Na região Norte, é no Estado do Amazonas onde foi registrado o maior número de municípios atingidos, 46, com 44.096 pessoas desalojadas e 9.136 desabrigadas. No Estado do Pará são 35 municípios atingidos e 170.095 pessoas afetadas direta ou indiretamente pela chuva. No Acre, existem 2.105 desabrigados e 1.695 desalojados, em dois municípios atingidos.
 
Em Santa Catarina, os danos causados pela chuva atingiram dez municípios e uma população de 3.550 pessoas, deixando 3.333 desalojados e 217 desabrigados.
 
Fonte: Terra
Tags:
Imprimir