Cidadeverde.com
Esporte

Arrascaeta abre o jogo sobre pubalgia e não descarta cirurgia

Imprimir

Destaque do Flamengo na campanha do título da Copa do Brasil -torneio do qual foi eleito o melhor jogador-, Arrascaeta admitiu que "está sofrendo um pouco" nos últimos jogos por conta de uma pubalgia.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O meia uruguaio não descarta a possibilidade de ter que passar por uma cirurgia para cuidar do problema de maneira mais efetiva.

No entanto, o meio-campista não pretende ficar longe dos gramados antes dos compromissos de 2022 - final da Copa Libertadores da América, pelo Flamengo, e Copa do Mundo, pela seleção uruguaia.

"[A questão da pubalgia] é complicada. A gente sempre quer dar o melhor. Às vezes atrapalha porque eu estou sempre em campo, então há um desgaste físico. Mas tem muito tempo que eu venho lidando com isso. 

Estou sofrendo um pouco, mas estamos jogando jogos importantes, semifinal de Libertadores, final da Copa do Brasil e eu não queria ficar de fora", disse o meio-campista em entrevista à "ESPN".

"Estamos tentando levar da melhor forma até o fim do ano, ver como vai ficar a situação. Obviamente, eu faço um trabalho forte de fisioterapia no clube e em casa. Tudo buscando o melhor para o time e para minha saúde. 

E também tenho o desejo de ir para a Copa com o Uruguai. Vamos ver o que vai ser melhor depois das férias. Se vou voltar 100%, sem problemas ou se vou ter que passar por alguma cirurgia", completou Arrascaeta.

DECISÃO E CONVOCAÇÃO

Um dos grandes desafios da temporada de Arrascaeta é no próximo sábado (29), quando o Flamengo encara o Athletico Paranaense, na decisão da Copa Libertadores da América. O jogo, que será em Guayaquil, no Equador, começa às 17h (de Brasília)

Na última sexta-feira (21), a seleção uruguaia divulgou a lista de pré-convocados para a Copa do Mundo.

Arrascaeta está entre os 55 escolhidos pelo treinador Diego Alonso. O Uruguai está no Grupo H, ao lado de Portugal, Gana e Coreia do Sul.

Fonte: UOL-FOLHAPRESS

Imprimir