Cidadeverde.com
Cidades

Piauí bate recorde na vacinação contra Covid-19 da população acima de 40 anos

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

O Piauí atingiu o maior percentual do país ao conseguir vacinar 99,5% do público acima 40 anos com a aplicação da primeira, a segunda e as doses de reforço contra a covid-19, informou a Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi).

Os piauienses também estão em primeiro lugar em todas as outras  faixas etárias contempladas com a imunização contra a Covid-19. 

“Mais uma vez o Piauí mostra sua responsabilidade quando se trata de Covid. Levantamento do PNI, apresentou que todo nosso público acima de 40 anos está 99,5% imunizado, isso é muito bom para o nosso estado afastar o vírus da Covid do convívio da nossa população. Destacamos também que nosso público acima de 3 anos, para o qual recebemos poucas vacinas, também aderiu à campanha e estamos com os dados acima do principal estado, que é São Paulo”, disse o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães. 

Vacinação por faixas etárias:

  • 40 anos ou mais: 99,5% do público vacinado;
  • 18 a 39 anos vacinou 91,4%;
  • 12 a 17 anos foram 84,5%;
  • 5 a 11 anos tiveram 66,2%;
  • 3 a 4 anos ficaram com 18%, para essa idade o estado recebeu apenas 30 mil vacinas para a primeira dose e outras 14.600 para a segunda dose.

O superintende Herlon Guimarães informou que o Ministério da Saúde recebeu na quinta-feira (27), mais de um milhão de vacinas Pfizer para as crianças acima de 6 meses  e que a Sesapi, aguarda para os próximos dias a chegada dessas vacinas no estado, para que se possa possibilitar a vacinação dessa faixa etária. 

“Estamos no estado aguardando o repasse por parte do ministério desta vacina, para que a gente finalmente possamos vacinar o público acima de 6 meses. Pedimos aos pais e responsáveis, que quando informado da chegada das vacinas em suas cidades, levem suas crianças para as salas de vacinas, e imunize esse público, para que possamos controlar de vez a covid dentro do nosso estado”, disse o superintende.

Da Redação
[email protected]

Imprimir