Cidadeverde.com
Cidades

Ano letivo pode ser estendido para janeiro em 204 escolas da rede estadual

Imprimir

O ano letivo de 2022 pode ser estendido para o mês de janeiro em pelo menos 204 escolas da rede estadual de ensino. A informação é da diretora de ensino e aprendizagem da Seduc, Maria José Mendes, que explica que o calendário de parte da escolas foi afetado pela greve dos professores estaduais, que durou 127 dias. 

“De 641 escolas, temos um terço dessas escolas que houve uma reprogramação do calendário, mas a secretaria já tem o planejamento da estratégia que é para 2023 ter aqueles dias que não foram cumpridos em 2022. Aquelas escolas que não tiveram dias e carga horária cumpridos em 2022, terão isso ampliado em 2023”, destacou. 

A diretora de ensino da Seduc ainda garante que estratégias foram adotadas para evitar maiores prejuízos aos estudantes das escolas que tiveram mudanças no calendário por conta da greve. 

"Todos os professores e profissionais estão hoje fazendo o cumprimento da carga horária e dias letivos", garantiu Maria José Mendes. 

As demais escolas, que não tiveram maiores prejuízos por causa da greve devem encerrar o ano letivo de 2022 no dia 22 de dezembro. 

Matrículas 

O edital de matrículas para o ano letivo de 2023 já foi publicado. O processo acontece online, a partir de 23 de novembro. 

"De 23 de novembro a 23 de dezembro, teremos o processo de matrículas novas para aqueles estudantes que não são da nossa rede. Também teremos um processo para as escolas que fazem teste seletivo, de 07 a 11 de novembro. Logo depois, teremos a matrícula em si", ressaltou a diretora de ensino. 

Todas as informações estão disponíveis no site da Seduc. 

 

 

 

 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir