Cidadeverde.com
Entretenimento

Pelé tranquiliza fãs em mensagem: 'Fazendo minha visita mensal ao hospital'

Imprimir

Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

Pelas redes sociais, o perfil de Pelé postou uma mensagem para tranquilizar seus fãs sobre sua internação no Hospital Albert Einstein. O Rei do Futebol afirma que está fazendo sua "visita mensal" ao hospital para a continuidade de seus tratamentos.

"Amigos, eu estou no hospital fazendo minha visita mensal. É sempre bom receber mensagens positivas como essa. Obrigado ao Catar por essa homenagem, e a todos que me enviam boas energias!", escreveu.

O único boletim médico divulgado até aqui foi publicado na quarta-feira. Foi confirmado que Pelé estava internado desde terça para ser submetido a exames, com o objetivo de reavaliar o tratamento do tumor de cólon identificado em setembro do ano passado. O Rei do Futebol está em um quarto comum. A unidade de saúde também informou que o ex-jogador de 82 anos "está com pleno controle das funções vitais e em condição clínica estável "

Após as primeiras informações divulgadas sobre a internação de Pelé, a filha dele, Kelly Nascimento, escreveu um texto para acabar com rumores de que haveria pessimismo sobre a situação médica da lenda do futebol mundial. Assim como o confirmado pelo hospital, ela disse que a internação foi motivada por uma revisão do tratamento.

"Há muitos alarmes na mídia hoje (nesta quarta) sobre a saúde do meu pai. Ele está no hospital regulando a medicação. Alguns dos meus irmãos estão visitando o Brasil. Não tem surpresa nem emergência. Estarei lá no Ano Novo e prometo postar algumas fotos. Agradecemos muito todo carinho e amor que vocês transmitem", escreveu Kelly.

Pelé iniciou tratamento contra um tumor no cólon em setembro de 2021. Desde então, precisa ir ao hospital com frequência para dar sequência ao atendimento e avaliação. Pelé já foi submetido a uma cirurgia para retirada do tumor no mesmo hospital, em setembro do ano passado. A saúde de Pelé já havia sido assunto no início do ano, quando exames constaram a metástase que atinge o intestino, pulmão e o fígado.

 

Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir