Cidadeverde.com
Economia

Tesouro fala em acelerar projeto de títulos verdes

Imprimir

Foto: Divulgação/Tesouro Nacional 

Dois anos depois do primeiro anúncio, ainda durante a gestão de Jair Bolsonaro, o Tesouro Nacional quer estrear o mais breve possível no mercado de títulos verdes. "Esse projeto está sendo resgatado. É possível (que haja emissão ainda em 2023)", disse o secretário Rogério Ceron.

Em janeiro de 2021, o Tesouro informou que iniciaria a construção de um arcabouço para emitir títulos ligados à ESG (sigla em inglês para padrões ambientais, sociais e de governança). O processo, porém, perdeu força por causa da pandemia de coronavírus.

Esta pode ser também uma forma de ajudar de atrair de volta investidores estrangeiros para o financiamento da dívida pública brasileira, um dos objetivos do Tesouro atualmente. Os não residentes já tiveram uma participação acima de 20% da carteira de títulos brasileiros, mas atualmente a fatia não chega a 10%. "Com a emissão, se cria uma curva de preços para ser a referência para as emissões privadas."   As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte: Estadão Conteúdo 

Imprimir