Cidadeverde.com

Cotado para disputar a PMT, Enzo Samuel critica debate antecipado sobre 2024

 


Apontado como pré-candidato ao Palácio da Cidade, o presidente da Câmara Municipal, vereador Enzo Samuel (PDT), criticou nesta quinta-feira(09) o debate antecipado sobre o processo eleitoral do próximo ano. Para ele, é preciso focar em questões como transporte e saúde, que enfrentam crises na capital. 

“Esse momento é de se preocupar um pouco mais com a cidade, como por exemplo o transporte público, que cada vez mais vem entrando em crise, a nossa saúde, que também passa por uma crise nunca vista. Minha preocupação nesse momento é com a cidade. Eu tenho a convicção que o político que tem amor pela cidade de Teresina não vai discutir eleição nesse momento. Vai discutir no momento necessário”, disse. 

Enzo Samuel ainda comentou a operação deflagrada pela Polícia Civil que apura irregularidades na aplicação de recursos de emendas parlamentares em Teresina. Segundo as investigações, empresas que receberam os recursos para realizar eventos não prestaram conta da maneira correta.

O parlamentar parabenizou o trabalho da Polícia Civil e destacou que cabe aos vereadores apenas a indicação para a aplicação do recurso, ficando a execução de responsabilidade do poder executivo.

"O poder do vereador é destinar a emenda. Não é ele que executa. Quem executa é a gestão municipal, de forma direta ou indireta, por uma instituição, que deve prestar conta dos serviços. Pelo que entendi, essa instituição que realizou essa suposta atividade não prestou contas e agora está sendo investigada e cobrada, e deve ser investigada de forma efetiva, porque todas as emendas devem ser executadas", disse. 


Natanael Souza
[email protected] 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais