Cidadeverde.com
Geral

Teresina não cumpre meta de vacinação contra polio há 3 anos

Imprimir
A campanha de vacinação contra a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, foi aberta oficialmente neste sábado, com solenidade no Hospital do Buenos Aires, zona Norte de Teresina. No evento, a coordenadora de Ações Assistenciais da Fundação Municipal de Saúde, Amariles Borba, disse que Teresina não tem alcançado a meta de vacinação nos últimos três anos, na faixa etária de um a cinco anos. 

Somente no ano passado, cerca de 12 mil crianças de um a cinco anos, ficaram sem vacina. A meta tem sido alcançada entre os bebês de zero a um ano. O objetivo deste ano, na capital, é vacinar 71,042 mil crianças até o dia 30 de julho, que representa 95% da meta cumprida. Existem 270 postos de vacinação espalhados pela cidade.
 
No Estado, 301 mil crianças devem receber uma dose da gotinha. Há 20 anos que se tem registro de paralisia no Piauí e no Brasil. O lançamento contou com a participação do secretário Estadual de Saúde, Assis Carvalho, presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Firmino Filho, do secretário Municipal de Administração, Luciano Nunes, do deputado federal Julio César (DEM) e toda de equipe da FMS.

 
A preocupação, mesmo sem registros há 20 anos da doença no país, não é exagero porque ainda há cerca de 15 países no mundo onde vem se verificando casos de paralisia infantil.
 
“Com o grande fluxo de pessoas estrangeiras no Brasil, inclusive em Teresina, sobretudo vindas das regiões onde o vírus continua fazendo vítimas, todo cuidado é pouco. Por isso estamos conclamando toda a população a se engajar nessa tarefa de convencer as mães e os pais de crianças com até cinco anos de idade para se vacinar”, enfatiza a coordenadora.
 

O secretário Luciano Nunes levou a filha para participar do evento

 

Flash de Yala Sena
Redação Caroline Oliveira
[email protected]

 

Tags:
Imprimir