Cidadeverde.com
Esporte

O Flamengo aprontou para a viagem a Natal

Imprimir
O Esporte Clube Flamengo realizou treinamento no Albertão para a partida de domingo com o Alecrim, em Natal. O técnico Paulo Moroni conhece muíto bem o futebol do Rio Grande do Norte, onde trabalhou algumas vezes, dirigindo equipes locais no Campeonato Estadual e no Campeonato Brasileiro.

Esse conhecimento deverá ser aproveitado por Moroni para definir a forma de jogar do campeão piauiense em Natal. Luciano será o desfalque na meia cancha e no mais todos os jogadores estão à disposição do treinador.


                                               Foto - Eduardo Frota

O atacante Máikel, a maior figura em campo no jogo com o Treze de Campina Grande, vai jogar, embora estejam circulando notícias de que o jogador tem proposta para atuar em uma equipe do interior do Rio Grande do sul. Roni, que teve atuação fraca na estréia na Série D, terá a oportunidade de mostrar todo o seu futebol.

Há algum tempo não temos os confrontos entre times do Piauí e do Rio Grande do Norte. Nas últimas séries do Campeonato Brasileiro da Série C, piauienses e potiguares estiveram em grupos diferentes.  Em outras épocas, foram diversos os jogos envolvendo River, Flamengo, ABC e América. Também o Piauí Esporte na Taça Brasil e o Tiradentes no Campeonato Nacional, enfrentaram os dois grandes representantes de Natal.

O futebol do Rio Grande do Norte está acima do futebol piauiense no plano nacional. O América já esteve na Série A do Brasileiro e atualamente o próprio América e o ABC estão na Série B, que correspondente à segunda divisão, e nós temos apenas o Flamengo na quarta divisão. Perdemos muítas posições nos últimos anos.


O CALENDÁRIO DA CBF

Temos observado na imprensa esportiva algumas observações importantes sobre o momento do futebol brasileiro, envolvendo todas as divisões. Os recursos disponíveis estão concentrados na chamada elite e a média de público nos estádios não é animadora. Os jogos são programados de acordo com os interesses da TV que paga a conta, mas dificulta a presença dos torcedores por causa dos horários.

O mesmo acontece com a Série B, enquanto a C tem algum apoio financeiro e a D não tem nada. Na primeira rodada chegamos a ter jogo com 200 torcedores no estádio. A CBF está interessada mesmo é na Copa do Brasil, na Libertadores da América e na Seleção Brasileira.

O assunto merece um estudo imediato e um posicionamento de dezenas de clubes de todos os Estados, cuja sobrevivência está difícil. As Federações aceitam tudo e nada reclamam. Pois que os clubes cumpram suas obrigações. Se não há condições de participação nos campeonatos da CBF, que sejam organizadas outras competições, nos sistemas adotados em outras épocas com muíto sucesso. De que adiante participar de um torneio ou campeonato que não consegue receitas que, pelo menos, empatem com as despesas ?

PROMOÇÃO

O Alecrim está fazendo uma promoção para tentar uma renda razoável nos seus jogos pela Série D do Campeonato Brasileiro. A diretoria lançou um pacote de ingressos para os três jogos : Alecrim x Flamengo, Alecrim x Treze de Campina Graande e Alecrim x Ferroviário. O pacote pode ser adquirido pelos torcedores por R$ 30,00, ficando na média de 10 reais por jogo.

Quem não aderir ao pacote terá que pagar R$ 15,00 por cada partida. Vale salientar que o Alecrim não tem uma grande torcida em Natal, ficando bem atrás de América e ABC, que jogarão no sábado(11) pela Série B, respectivamente. O ABC irá a Fortaleza enfrentar o Ceará e o América receberá o Bahia no Machadão,em Natal.

COPA DO MUNDO

A disputa para sediar a abertura da Copa do Mundo de 2014 segue envolvendo São Paulo, Belo Horizonte e Brasília. O empresário e vice-governador Paulo Otávio falou à imprensa que Brasília tem possibilidades de ser a escolhida pela FIFA. E justificou:

- Brasília tem condições técnicas que só ela tem condições de oferecer;

- O Aeroporto Juscelino Kubitschek e a rede hoteleira estão muíto próximos do Estádio Mané Garrincha, que receberá investimentos de 520 milhões de reais para a Copa de 2014.

- Em Brasília não tem trânsito e quem quiser poderá ir de pé dos hotéis para o estádio, que é perto de tudo.


Dídimo de Castro
[email protected]
Tags:
Imprimir