Cidadeverde.com

Whindersson diz que levará robótica a escola do Piauí e vai estrear protótipo de telescópio

  • 01.jpeg Gabriel Piauilino
  • 02.jpeg Gabriel Piauilino
  • 03.jpeg Gabriel Piauilino
  • 04.jpeg Gabriel Piauilino
  • WhatsApp_Image_2024-05-30_at_13_42_38.jpeg Gabriel Piauilino

Por Yala Sena 

Whindersson Nunes rema contra a postura de muitos influencers da internet e mostra como se pode ajudar as pessoas. Na noite desta quarta-feira (29), ao participar do maior festival de tecnologia, empreendedorismo e ciência do mundo - Campus Party Weekend Piauí – o piauiense deixou de lado o show de humor e surgiu o cidadão, o empreendedor, como ele mesmo disse: “o cientista à paisana”.

Com auditório lotado e transmissão pelo Youtube, Whindersson defendeu que a tecnologia precisa conectar e ajudar as pessoas. Ele anunciou junto com seu sócio, o cientista e empreendedor Gildário Lima, que irá levar robótica as escolas do Piauí.

“Não é só querer fazer robô, a tecnologia preciso mexer com as pessoas”, disse.

A Tron Robótica Educativa, que os dois fazem parte, já desenvolveu tecnologia para os surdos sentirem a música, ferramenta inclusiva que estará pela primeira vez no Rock In Rio, e ajudou a desenvolver filtros de água para as famílias no Rio Grande do Sul, dentre outros projetos. Este mês, Whindersson arrecadou mais de R$ 3 milhões para as vítimas do Rio Grande do Sul.

Gildário e Whindersson anunciaram que a estudante piauiense Thayla Janis Carvalho Figueiredo, de 10 anos, que descobriu 13 asteroides, vai testar no Campus Party um novo telescópio que a Tron desenvolveu. Ela ganhou bolsa para estudar em escola bilingue em Teresina.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais