Cidadeverde.com

Aluna de 10 anos é a expositora mais nova da Campus Party Teresina

A Campus Party Teresina teve início nesta quinta-feira (30), no Centro de Convenções da capital. O evento, um dos maiores no setor de tecnologia, inovação, ciência e cultura digital do mundo, ocorreu pela primeira vez no Piauí. Idealizada na Espanha, a primeira Campus Party aconteceu em 1997 e, nos anos 2000, tornou-se um evento internacional.

 Foto divulgação


Equipe Satélites em stand pela Great no evento Campus Party.

O encontro reuniu estudantes, profissionais da área de tecnologia, empreendedores, desenvolvedores, pesquisadores e entusiastas de diversas áreas. Durante o evento, o público pôde participar de palestras, workshops, competições, hackathons e outras atividades de tecnologia e inovação. E, ainda contou com a Campus Future, onde estudantes apresentaram projetos inovadores na área acadêmica; a Arena Disrupção, com diversas palestras e mentorias sobre criatividade e empreendedorismo; e o Palco de Comunidades, que contou com a participação de especialistas e líderes em inovação tecnológica.

 Foto divulgação


Palestra de Domingos dos Santos em Parceria com Arenatron


A Great International School destacou-se no evento, participando com cinco equipes formadas por alunas da escola. Entre as participantes, Nalu Soares, de apenas 10 anos, estudante do 5º ano do ensino fundamental, foi a expositora mais jovem a apresentar um projeto na Campus Party. Medalhista de ouro na Olimpíada Canguru de Matemática, Nalu apresentou o projeto Outsiders da F1 in Schools. Sua participação foi um destaque no evento, demonstrando o talento precoce e a dedicação às áreas de ciência e tecnologia.

O projeto F1 in Schools, desenvolvido pela equipe de Yandra Liz, faz parte do programa Fórmula 1 nas Escolas e irá concorrer em uma competição mundial em um Grand Prix. "Participar da Campus Party é uma oportunidade única para mostrar nossos projetos e aprender com outros inovadores. É inspirador ver tantas ideias novas e saber que podemos fazer parte disso," disse Yandra Liz, uma das alunas da Great International School. 

Foto divulgação


Aluna Nalu a esquerda junto à sua parceira de equipe, Yandra, no stand F1 in schools


O projeto Nanosatellite, liderado por Gabrielle Moreira e sua equipe, foi o único do Nordeste a lançar um satélite na estratosfera com sucesso por uma equipe estudantil. Gabrielle acrescentou: "Eventos como este são fundamentais para nosso crescimento como estudantes e futuros profissionais. Aqui, podemos ver na prática o impacto das nossas criações e conectar com pessoas que compartilham a mesma paixão pela tecnologia e inovação."

Foto divulgação


Equipe Great Solar Tech em  seu stand pela Great

John Whittlesea, britânico, diretor pedagógico da Great International School, comentou: "Nossa escola fomenta e desenvolve pensadores críticos e apaixonados pela ciência, inovação e criatividade. Ver nossas alunas brilhando na Campus Party é a prova de que estamos no caminho certo."


Foto divulgação


Diretor da Great, John Whittlesea, Palestrando no evento Campus Party por Arenatron.


"Nossa missão é democratizar a tecnologia. A tecnologia é o nosso dia a dia. O próximo analfabetismo é o digital. Cada vez mais as pessoas estão inseridas e utilizam essas tecnologias e na Campus a gente vai demonstrar isso de diversas formas", afirmou o diretor-executivo da Campus Party, Ricardo Queiroz.

O influenciador piauiense Whindersson Nunes foi jurado de um dos programas do evento, o Campus StartUP Summit, que tem como foco fomentar o empreendedorismo por meio de capacitações, exposições e a Demoday, competição onde as startups apresentaram seus projetos.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais