Cidadeverde.com

Entenda a Síndrome de Patau, doença rara que causou a morte do filho de Zé Vaqueiro

Por SBT News

Foto: Reprodução/instagram

Morreu na madrugada desta terça-feira (9), o Arthur, filho de 11 meses do cantor Zé Vaqueiro. O bebê nasceu com uma doença rara conhecida como Síndrome de Patau. De natureza genética, ela é caracterizada pela presença de um cromossomo 13 a mais.

Como consequência, as células da criança passam a funcionar de forma irregular e podem gerar anomalias congênitas. Entre elas estão a malformação de órgãos, mãos com dedos a mais, fenda palatina (uma abertura no lábio ou no céu da boca, que pode ser completa ou parcial) e lábio leporino, microcefalia e atraso no desenvolvimento cognitivo.

De acordo com o hospital infantil Pequeno Príncipe, a Síndrome de Patau atinge de um em cada cinco mil nascidos vivos. A doença, que não tem cura, já pode ser detectada durante a gestação no exame pré-natal, quando o feto ainda está em formação.

 

 

Como é um quadro irreversível, o tratamento é apenas sintomático. Além disso, o paciente precisa ter acompanhamento médico multidisciplinar por toda a vida para ter uma melhor qualidade de vida, segundo a Rede D'Or São Luiz.

Ainda de acordo com a instituição, na maior parte dos casos, o paciente não passa dos 10 anos de vida.

 

 

 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais