Cidadeverde.com
Geral

Juíza da cidade de Altos briga com namorado e causa tumulto

Imprimir

A Central de Flagrantes confirmou agora pouco que a juíza de Altos Maria Neuma Viana Menezes foi o pivô de um tumulto na Ponte da Primavera, na manhã desta terça-feira. Uma briga com o namorado, um mototaxista que mora no bairro Mocambinho, a juíza interrompeu o trânsito no local. Devido o tumulto, os policiais do 9º Batalhão foram chamados.

Maria Neuma Viana Menezes é juíza leiga do Juizado Especial Cível e Criminal de Altos. No momento da abordagem, ela não quis se identificar.
 

Carro da juíza e o namorado, usando camisa branca
 
Ela foi até o Espaço Francisca Trindade, no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina, onde seu namorado faz um curso profissionalizante, e lá iniciou uma discussão. Os dois se alteraram muito e a polícia foi chamada.
 

 
Após a negociação, o soldado F. Santos, do 9º Batalhão da PM, foi designado para acompanhar o casal. Ao se dirigir para a Central de Flagrantes, a juíza, que guiava o carro, fez uma curva brusca e disse que iria se matar, indo em direção ao rio Poti. Na altura da Ponte da Primavera ela ameaçou cometer suicídio e chegou a puxar o carro no sentido do rio Poti.
 

O soldado conseguiu puxar a direção de volta e parou o veículo. Quatro viaturas reforçaram o policiamento na área. A briga gerou um tumulto na avenida Petrônio Portela, na entrada da ponte. Vários populares se aglomeravam para ver o que estava acontecendo.
 

Segundo os policiais, o casal foi escoltado nas viaturas até a Central de Flagrantes. Lá, o delegado ouviu os dois e como era "questão amorosa" não houve representação contra a juíza ou o rapaz. Os dois foram liberados após serem ouvidos.

Caroline Oliveira (flash da Ponte da Primavera)
Leilane Nunes (redação)
[email protected]

Tags:
Imprimir