Cidadeverde.com
Política

Tererê afirma que Mão Santa fica no PMDB e lança chapa

Imprimir
"O Mão Santa sair de onde? Ele não sai nunca", disse Tererê
 
Em entrevista no Jornal do Piauí desta terça-feira (15), o deputado estadual Deusimar Brito, o Tererê (PSDB), afirmou que o senador Mão Santa não sairá do PMDB, como tem alardeado, e ainda será um dos nomes da chapa de oposição nas eleições de 2010. O parlamentar afirmou que a tendência é ter PMDB e PTB no grupo de opositores, com o prefeito Sílvio Mendes candidato a governador e o presidente da Assembleia, Themístocles Filho, como seu vice.
 
Lembrado sobre o término do prazo para mudança de partido antes das eleições de 2010, que termina no dia 2 de outubro, Tererê contestou as notícias de saída de Mão Santa do PMDB. "Mas que conversa é essa? O Mão Santa sair da onde? Ele não sai nunca", declarou. Segundo o deputado, durante a marcha dos prefeitos, que ele chamou de "Grito do Tererê", o senador lhe confidenciou que ficará na sigla.
 
"Eu fui no íntimo dele. Disse: Senador, parabéns por ter anunciado que vai sair do PMDB. Ele me disse que sair do PMDB é como perder a mulher dele. O que o Mão Santa queria era estar na mídia todo dia. O movimento 'Sai, Mão Santa' teria mais adesão que o 'Fora, Mão Santa'. Ele não respeita ninguém", acrescentou o deputado tucano.
 
Tererê ainda defendeu que PMDB e PTB irão se juntar ao PSDB e DEM nas eleições, formando o bloco de oposição que teria Sílvio Mendes como candidato à prefeito e o deputado Themístocles Filho como vice. O PTB seria contemplado com Elmano Ferrer assumindo a prefeitura após a necessária renúncia de Sílvio em abril.
 
Tags:
Imprimir