Cidadeverde.com
Geral

Policias do PI e MA desmontam grande quadrilha do país

Imprimir
A Polinter e a delegacia de Caxias (MA) realizaram uma operação conjunta e prenderam na última quinta (17) o líder de uma das maiores quadrilhas especializadas do país. José Josinaldo Silva Colares comanda um grupo de mais de 30 pessoas responsável por roubo de cargas, carros de luxo, carros-fortes e assaltos a banco em todo o Brasil. Em companhia de Josinaldo foi detido Franklin Fernandes Ferreira, e a polícia ainda capturou Gilberto Cordeiro Pereira na cidade de Parnamirim, no Rio Grande do Norte.
 
Gilberto foi preso no Rio Grande do Norte e nega participação
 
“Esta é uma quadrilha interestadual muito violenta conhecida como Conexão Mossoró”, descreve o delegado Bareta. Ele conta ainda que o “quartel-general” do bando está situado na cidade de Mossoró (RN) e em Campina Grande (PB). O grupo também seria o responsável por revendedora de veículos em terras potiguares. “Esses não são ladrões de meia-tigela, não. Eles adulteram chassis, fazem documentos e clonam carros. Já mataram muita gente”, afirma o delegado. José Josinaldo teria sido inclusive resgatado de um presídio de Fortaleza (CE) onde cumpria pena.
 
O grupo foi responsável pelo roubo do veículo Captivia da médica Brendaly Maria de Alencar Farias no dia 10 deste mês. “Na última quinta eles levaram outra caminhonete depois de Timon/MA, em Brejinho, só que desta vez o carro tinha rastreador”, descreve o delegado Francisco das Chagas Campos Costa, o Bareta.
 
 

Ele afirma que a partir do roubo, o superintendente de Polícia Civil do interior do Maranhão, Jair Paiva, entrou em contato com a polícia do Piauí e foi feito um cerco em Caxias (MA). Houve troca de tiros na barreira realizada pelos policiais e Josinaldo acabou sendo ferido no abdômen. O criminoso foi atendido no hospital da cidade e preso em flagrante.

A polícia do Piauí já solicitou à juíza da 9ª vara Valdênia Moura Marques de Sá que os presos sejam recambiados para o Piauí.
 
Defesa
Em entrevista ao repórter Douglas Cordeiro para a TV Cidade Verde, Gilberto disse ter comprado um telefone celular do primo sem saber que era roubado. Ele negou ter envolvimento com a quadrilha e disse também não saber de relação do primo com o grupo criminosos.
 
Carlos Lustosa Filho
[email protected]
Tags:
Imprimir