Cidadeverde.com
Política

TJ lança "processômetro" e dará prêmio a servidor

Imprimir
A Corregedora geral do Tribunal de Justiça do Piauí, Rosimar Leite, anunciou hoje a criação do "Processômetro", sistema que irá registrar o andamento dos processos em todas as comarcas do Piauí.
 
As primeiras ações incluídas na web são os processos anteriores a 2005 durante o mutirão que está acontecendo desde o início desta semana no Tribunal. Ao visitar o Fórum Criminal, centro de Teresina, a corregedora disse que irá dar prêmios aos servidores comissionados que alcançarem melhores resultados na Meta Dois.
 
Fotos: Yala Sena/CidadeVerde.com
 
“Esse processômetro é uma radiografia dos processos no Piauí”, descreve. Segundo a corregedora, todos os juizes irão registrar os processos de sua comarca neste sistema. A meta é que 43 mil processos sejam julgados até o dia 17 de dezembro.
 

“A Justiça do Piauí está saindo do passado e entrando numa nova era. Estamos revolucionando a corregedoria com o apoio de juizes compromissados e bons funcionários. E quem não se enquadrar na nova justiça vai ficar para trás”, disse Leite que elogiou o trabalho da comarca de Picos onde todos os processos estão prontos para serem incluídos no Processômetro.
 

 
O Juiz Julio César Garcez, da comarca de Padre Marcos e que atua no mutirão afirma que num prazo de dez dias o TJ terá ideia de quantos são os processos reais que existem no Piauí.
 


 
Prêmios
Como os funcionários comissionados não podem receber benefícios extras, a corregedora Rosimar Leite prometeu dar passagens de avião (ida e volta) para qualquer lugar do país, diárias e cursos jurídicos aos setores que tiverem melhor desempenho.


 
Flash de Yala Sena (direto do Fórum Criminal)
Redação Carlos Lustosa Filho
Tags:
Imprimir