Cidadeverde.com
Esporte

Fred marca, Flu ganha fôlego e Palmeiras perde liderança

Imprimir
Depois de exatas 19 rodadas na liderança, o Palmeiras perdeu a primeira posição, diante de 66 mil torcedores no Maracanã, neste domingo. Com gol de Fred, o Fluminense bateu os palmeirenses por 1 a 0, chegou a 36 e subiu para a 17ª posição do Campeonato Brasileiro. O resultado favoreceu o atual tricampeão São Paulo que, com 59 pontos, é líder pela primeira vez em 2009.



Foi justamente contra o Fluminense, no primeiro turno, que o Palmeiras havia assumido a liderança. Em dia de arbitragem polêmica de Carlos Eugênio Símon, que anulou gol aparentemente legal de Obina, o Flu foi melhor ao longo do jogo e chegou ao sétimo jogo invicto na Série A, com quatro vitórias e três empates.

Mais atrás ao longo de todo o primeiro tempo, o Palmeiras foi ameaçado aos 3min, com Fred finalizando nas mãos de Bruno, que ocupou o lugar de Marcos, suspenso. Apostando no contragolpe, o líder teve boa chance com Vagner Love aos 10min. Em condições de finalizar, o atacante escorregou e deu a bola de presente para Fernando Henrique.

Aos 29min, o lance mais polêmico do jogo: Figueroa aproveitou sobra de escanteio e colocou a bola na área: Obina subiu com Maicon, levou a melhor e balançou as redes. Alegando falta - que não existiu - do palmeirense, Carlos Eugênio Símon anulou o gol.

Nos últimos 10 minutos, o Fluminense teve duas boas chances de abrir o marcador. Primeiro com Dieguinho, aos 38min, depois com Dalton, em bola parada que cabeceou para fora.

Após o intervalo, o Fluminense voltou melhor e seguiu com a iniciativa do jogo no Maracanã, em mais um dia de sol forte no Maracanã. Depois de finalizar com Dieguinho e Diguinho, Maicon assustou em contra-ataque e arrancou um escanteio. Na cobrança, Conca cobrou bem e Fred, marcado por Maurício, usou a cabeça para dar a vantagem ao Flu, com 14min.

O Palmeiras então saiu para o ataque e deu espaço aos contragolpes. Mais inspirado, o Fluminense quase fez o segundo aos 24min. Em lançamento de Fred, Mariano apareceu em velocidade e bateu para fora, com muito perigo.

Nos minutos finais, o Fluminense se fechou atrás e o Palmeiras insistiu no abafa. Alan e Armero chegaram a trocar agressões, Símon nada fez e o Flu saiu com a vitória, em dia com clima de decisão no Maracanã.

Fonte: Terra
Tags:
Imprimir